Páginas

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

O Palhaço do Ano

Queridos leitores, e eis que, ao apagar das luzes de 2009 surge o Palhaço do Ano. Olha, esse conseguiu chocar até a mim, empresária circense rodada e escolada. Não sou de posts longos, mas fiz questão de contar detalhes. Leiam com atenção, meditem e me contem se ele não merece o título.


Se conheceram no início do ano, época que ela saía com um amigo dele. Se encontraram algumas vezes, mas nunca conversaram por longos períodos. Eram meros conhecidos, pessoas com amigos em comum, e a empresária circense nunca tinha reparado o interesse dele. Até que, no início de novembro, o bruto a convidou pra sair pelo Orkut. Ela não tava fazendo nada mesmo...

Saíram, ficaram e foi divertido. Passaram a conversar por MSN. Na semana seguinte, o catiço - ainda disfarçado de "cara legal" (lenda urbana) - chamou a moça para sair no meio da semana, mas acabou não rolando. Palhaço brasileiro que não desiste nunca, na sexta-feira o bruto convidou novamente a incauta empresária circense. Como ela já tinha marcado uma inocente cervejinha com amigos, o incluiu no programa. Até aí o artista circense tava recolhido, mas sabe como é... já era hora de começar o espetáculo. Começou a ensaiar e arrumar o picadeiro.

Apareceu na hora marcada, conheceu os amigos, foi simpático, bebeu, riu. Tudo como se espera de um homem interessante e educado. Rá! Do bar foram para a casa dele. Que rufem os tambores! Adivinha? Adivinha? Ah! Clássicos! O catiço tentou de todo jeito copular com a moça sem preservativo! É isso aí, o palhaço queria porque queria, achava porque achava que ia comer nossa heroína sem camisinha. Humpf. Moça de família, limpinha, com hábitos higiênicos adequados e apreço pela saúde, ela não transou, não capitulou. Não era questão de moralismo ou fazer doce, simplesmente ela é uma mulher de "valores inegociáveis".

Contudo, nossa empresária circense achou que ainda podia definir a noite como agradável. Ficaram de amassos, dormitaram e, ao amanhecer, ela foi para sua casinha. Eram quase-vizinhos. Sim, ela estava um pouco chateada pela insistência dele em não usar camisinha. Estava convicta que não rolaria mais icar com ele por causa desse comportamento, mas tava feliz com o "rala e rola".

Eis que, segunda-feira, o babac..., digo, o palhaço, puxou assunto pelo GTalk. Vocês acham que ele queria se desculpar pelo (mau) comportamento? Nãããão.... Vocês acham que ele a chamou para dizer que tava arrependido pela foda, digo, pelo tempo perdido e usaria camisinha na próxima saída? Nããããããão.... Vocês acham que ele queria simples e educadamente dizer que gostou das horas que passaram juntos, apesar da incompatibilidade? Nãããããããããããããããão....

O bruto, o catiço, o palhaço, o ........ (completem os pontinhos) chamou para dizer que tinha ficado profundamente encantado com uma amiga dela que tava no bar. Tinha sido um "lance forte", sabe? Mas ele a considerava amiga e por isso não faria teatrinhos, seria direto. Desde que tinha conhecido a amiga dela "não pensava em outra coisa". Um lance forte e uma amiga, entenderam?

Sim, dileto público, graças aos hábitos higiênicos adequados da nossa empresária circense, ela se livrou dessa, mas ele queria transar com ela pensando na amiga dela? Ah, e a considerava amiga?

Didática, ela explicou que ele não podia sair com ela na sexta e pedir pra 'colocar a amiga na fita' na segunda, que era grosseria. Afinal, eles não eram amigos que se comeram, eram conhecidos e ele a chamou pra sair. Ele replicou que nunca pensou que ela tivesse uma "cabeça tão pequena". Ah, tá.

Fina, ela o aconselhou a adicionar o novo objeto de seu desejo no Orkut e tentar a sorte. Como cara de pau e falta de noção pouca é bobagem, ele agradeceu e pediu pra ela ser "cupidinha".

Cupidinha? Cupidinha? Cupidinha? Cupidinha de cu é rola. Cupidinha é pau no cu. Cupidinha é o caralho. Bom, isso eu que tô dizendo. Quando eu crescer quero ser uma lady que nem ela, que disse apenas "Adeus". "Até porque não coloco um catiço mal-educado desse na fita de uma amiga querida, que ficou 15 minutos no tal bar e disse apenas “oi” e “tchau” para o palhaço", me explicou.

Ah, a quem acha era um rapazote imberbe, aviso que o palhaço beira os 40. Respeitável público, dileta audiência, é ou não é o Palhaço 2009?

7 comentários:

DESABAFO.COM disse...

Na minha atrasada opinião, esse é o palhaço dos palhaços de todos os tempos e não só de 2009!

clelia disse...

Que cara otário é esse? Manda ele para a puta que o pario.

Pri disse...

Babaca velho, deve estar gágá.

Beto disse...

por isso que Cupido começa com c*. }|D

Anônimo disse...

Com honra ao merito! (atrasado)

Ma disse...

Ge-suis! E eu achando que tinha sido a única a passar por isso! Exatamente assim... Será o mesmo palhaço? Se não for são irmãos gêmeos!

Gil disse...

É o palhaço mais palhaço que já vi ao longo dos meus bem vividos 37 anos de vida circense. Palhaço que nasce palhaço é palhaço até morrer.