Páginas

sábado, 28 de maio de 2011

Palhaço Pai e Palhaço Jr.

O palhaço pai que protagonizou a história que vou contar é um fã do blog. Foi ele que, ato seguinte ao ser apresentado a mim, emendou no relato da sua experiência no picadeiro.

***

O palhaço tem o mesmo nome do pai e em casa atende por Júnior, mas na rua é conhecido pelo primeiro nome. Ele aprontou alguma para garota com quem estava saindo e ela, enfurecida, ligou pra casa dele pra tirar satisfação. Atendeu o Palhaço Pai.

- É o Palhaço?

- Sim, respondeu sem imaginar que na verdade a moça perguntava pelo Palhaço Jr. A moça, sem perceber a confusão, descascou o Palhaço Jr.

- Tá pensando o que? Me largar plantada lá ontem... e blá, blá, blá.

O Palhaço Pai ouviu todo o desabafo da moça e depois disse:

- Olha, acho que você quer falar com o Júnior.

A moça ficou tão, mas tão sem graça, que quando Júnior veio, ela estava mansa, mansa. Sua raiva tinha sido destilada na pessoa errada. Palhaçada do Palhaço Pai, pô!

Quando desligou o telefone, o Palhaço Jr. queria logo saber o que o pai tinha dito à moça:

- Ela estava tão calma, pai.

Pode-se dizer que foi um trabalho em equipe: o Palhaço Jr deu espetáculo primeiro e o Palhaço Pai completou o número confundindo a moça. Que dupla!

16 comentários:

Pitty disse...

Como que pode é um BANDO de palhaçoss coitada dessa moça.

Beta Bernardo disse...

Adorei!!!!!! ahahahaha

Tatiana disse...

Esse post só comprova uma coisa: a palhaçada é genética!

Karine Ferreira disse...

Amei a conclusão final. Boa. O blog voltou com tudo!

Anônimo disse...

qual a graça?

Anônimo disse...

Foi muito bom aprender essa, vou usar daqui para a frente, rs

leila disse...

que situação ...

Dona Lô disse...

Hahahaha, que sacanagem! Estou de paquera com um Júnior também, mas por precaução, vou preferir ligar pro celular dele... E prestar bem atenção na voz, é claro!

CarolBorne disse...

a palhaçada tá no dna, não tem jeito!

Bob Pai e Bob Filho disse...

O mais interessante é que a dona do picadeiro em questão já começou a conversa com um "seu cachorro!..." o que fez a confusão ficar maior ainda.
Como ela sabia que o Palhaço que atendia também tinha suas virtudes caninas?
O positivo da história é que depois dessa meu filho ficou me devendo uma... rs rs rs

Bob Pai e Bob Filho disse...

Recadinho para Dona Lô: nesse caso em particular, a voz não serve de diferencial. A natureza foi cúmplice até neste detalhe... rs

Anônimo disse...

Ahahaha. Palhaça mesmo foi a moça, que pagou um mico desses. Ficou reclamando para o cara errado, hahaha. O Palhaço Pai não fez nada demais, pois a moça nem deixou ele falar. A culpa mesmo foi do Palhaço Jr, que não informou a moça que tinha o mesmo nome que o pai.

Sheila Taniguchi disse...

Tô com ódio no coração. Tenho raiva dos dois! Mal-humorada de plantão.

Mila disse...

Bom pra ele ver o pestinha que ele criou.

Carolina disse...

gente tenho dois irmãos e a voz deles e a do meu pai são as mesmas!!!

Direto rola alguma coisa assim aqui em casa e eles treinam, para atenderem da mesma forma!!! Tipo é o fulano? e o Beltrano confirma!!!
Eles acham lindo!!

Anônimo disse...

Po, eu não achei o pai Palhaço! A moça que começou a falar, provavelmente aos gritos e incessantemente.... rsrsrs... e o pobre coitado ouviu tudinho porque não quis interromper, ué!