Páginas

quinta-feira, 6 de março de 2003

Mais uma palhaçada de carnaval
É, os chifres, quem diria, renderam posts...

Fui pro Bola com meu tradicional chifre de diaba de látex, adereço que me acompanha há pelo menos três carnavais. No meio da confusão, ouço uma voz masculina dizer:

– A diabinha precisa de uma dietinha...

Palhaço! Deve ser mais um daqueles anormais que preferem as sílfides. Não gostou da minha exuberância, não olha, pô! O comentário foi puro despeito porque, antes de soltar esta pérola de insensibilidade, o malandro ficou mexendo comigo e eu não me dei ao trabalho de me virar para ver quem me chamava.

Não preciso nem dizer que desejo do fundo meu coração que o pau dele gangrene, né? E volto a avisar aos incautos que teimam em me provocar: praga da puta, Deus escuta.

2 comentários:

Beto disse...

palhaço esteticista.
Robert Ray perde.
uma mulher tem que ser apreciada pelo que ela é.

Anônimo disse...

Pelo menos ela admite, hehehe.