Páginas

terça-feira, 18 de maio de 2010

Bolivianas

Já voltei há cinco dias e o circo não para, melhor eu encerrar logo a sessão de bolivianas e chilenas pra voltar a contar as palhaçadas cariocas. Vamos lá, que rufem os tambores!

2º Dia
Não contente com a atuação no primeiro dia e muito menos se intimidando com nossas 'simpatia', o guia boliviano tratou de continuar sua apresentação e garantir um espetáculo diário. Tamos nós lá, mais frio, mais cansadas e mais saco cheio dele nos geiseres a caminho do Salar de Uyuni. Havia uma piscina de água termal e os meninos resolveram entrar. Eu e Fernanda não nos animamos, afinal, com uma temperatura perto de 0 graus celsius do lado de fora e um vento gelado do capeta, a piscininha tépida não nos deu motivo. Tamos lá as duas comentando os biquinões das européias, a belíssima envergadura de peito dos holandeses praticantes de snow board e quetais quando se aproxima o Palhaço Guia. Ele sempre vinha numa de dar informações sobre o lugar - diga-se de passagem, sua obrigação como guia - pra gente se distrair e, em seguida, emendava alguma tirada palhaça. Eu, mulherzinha intragável que sou, só balançava a cabeça concordando enquanto tiritava semicongelada.

Sorridente, o bruto perguntou se eu tava bem e se estava triste, porque falava pouco. Resmunguei que meu espanhol não era bom, que preferia ficar quieta. Holofotes no centro do picadeiro! O palhaço não titubeou "você precisa é de um boliviano pra treinar". Eu e Fernanda nos olhamos e saímos de perto. Fomos fotografar flamingos do outro lado.

3º Dia
Depois de conhecer o Salar propriamente dito, o Hotel de Sal e a Isla Pescado, rumamos pra cidade de Uyuni. A volta foi uma aventura, mas isso é assunto pro OMEE. Na porta da agência onde trocaríamos de jipe para voltar a Atacama, Cecílio, o Palhaço Guia, veio se despedir. Sorriu, apertou nossas mãos (felizmente não ousou dar beijinhos) e avisou que viria ao Brasil nos buscar. Ah, tá. Estarei esperando ansiosa.

Olha, eu achei palhaçada!

9 comentários:

Anônimo disse...

Li em algum lugar, que uma mulher tinha superado o témino do namoro com o Blog e achei vcs na net!!! To adorando..principalemte os tópico do início do blog.

Parabéns

Laly

Camila Chaves, disse...

E que venham as palhaçadas!!!
Tô seguindo o circo de vcs! rs
Beijos

CFPSI disse...

ei posta mais estórias! sou fã ha pouco tempo e terminei hj de ler TODAS as estorias ;)
quero ++++

*li ontem um post do cafa fui mandar pra ele...jacaré aceitou o comentário? nem ele!

Gabi disse...

Olá... adorei saber que o livro já está a venda, sairei correndo daqui para ir compra-ló!!!! "D Conheci o site a pouco tempo e simplesmente estou amando. Bem que vcs podiam voltar a fazer chopp com os leitores aqui em Sampa..
beijos

Nelia disse...

Olá
Conheci vosso blog faz cerca de 1 mês. Eu acompanho o blog da Gisela Rao ( vigilantes da auto-estima) e alguém recomendou vcs nos comentários de lá. Vim , vi e gostei, dou muitas risadas.
Bjks

apenasumavez disse...

Palhaçadas são universais! Seja Bolívia, Brasil (Rio, SP...=P) é sempre tudo igual!

beijos e parabéns pelo blog! =)
Sandra

baby disse...

pôxa, só duas palhaçadas em terras estrangeiras e já anuncia as cariocas, mas cadê???

Anônimo disse...

achei bem interessante seu blog, criativo.
mas acho que vc leva tudo a serio demais.
parece um pouco de mal-humor. sei lá.
não sei nem pq to escrevendo isso.
é um crítica mas não uma agressao, entenda.
no mais, tudo muito legal.
parabens

Fernanda disse...

Acho que eu também viajei com esse palhaço, digo, guia.