Páginas

sábado, 8 de maio de 2010

Chilenas (atacamenhas)

O que eu não faço pelos meus leitores? Tô na lan house mais escura e xexelenta do mundo, só pra atualizar vocês das aventuras da minha caravana circense. Cansei de brigar com o teclado por acentos, depois ajeito. Estranhamente, é meio difícil achar esse tipo de estabelecimento aqui em Santiago, pelo menos nos bairros de Bellavista e Providencia, onde circulo. Em San Pedro de Atacama havia muito mais! 

Mas vamos ao que interessa. Na última postagem, eu tava em San Pedro, fazendo hora pro ônibus que saía às 4h. A novela do Cecílio ainda tem outros capítulos e eu pretendia postar todos, mas perdi tempo brigando com o teclado e quando vi eram 3h20. Ainda tínhamos que ir na pousada buscar os mochiloes, voltar tudo e atravessar a estrada pra pegar o ônibus pra Calama. Fernanda que deu o alarme "caralho, vamos nos foder". Levantei correndo e publiquei sem revisar (na verdade eu pretendia só salvar, mas publiquei na pressa e deixei, depois dou uma guaribada). 

Enquanto minha companheira de viagem pagava, percebi uma movimentação estranha no balcao. Ela avisou que ia me esperar do lado de fora. O catiço balconista me olhou e mandou a pergunta infalível "brasileña?". Ao ouvir a resposta afirmativa, o bruto abriu um sorriso e comecou a cantar "Ô, ô, ô, ô, ô, ariá, raiô. Obá, obá, obá". Inacreditável. Quase mandei "sai da minha frente que eu quero passar", mas ele podia achar que eu não queria pagar pelo serviço utilizado. Tá pensando que a performance acabou? Humpf. "Arraial do Cabo é muito melhor que Ipanema!". Cara de tédio, perguntei quanto devia e avisei que meu onibus pra Calama saía em alguns minutos. 

Do lado de fora, Fernanda confessou ter presenciado espetáculo semelhante, com direito a exibição de uma pulseirinha brasileira. "Ele achou que a gente ia tirar um penacho e uns tamancoes da bolsa e começar a sambar na praça".


Homem é tudo palhaço, até em San Pedro de Atacama. 

PS. Quando achar outra lan house termino as histórias de Cecílio, o guia palhaço. Agora vou tomar uns chopex no Liguria, que eu mereço.

19 comentários:

DESABAFO.COM disse...

Uaaau! Nem me toquei que a viagem era p/ Chile! Que saudades eu tive agora!
Viajei pra aí no ano passado, com mais CINCO amigas! Fazem idéia de quantas palhaçadas não vivemos com sotaque espanhol??rs
Aliás, quanto palhacinho feio tem aí! rsrs

Beijo,bom proveito!!

anaís disse...

definitivamente robertinha. Só vc mesma pra ter tal radar pra atrair palhaços.

Lucienne Condé disse...

vcs estão muito chatas. ta faltando senso de humor e já há algum tempo.

Doce-encrenca ♥ disse...

hahahahah
ninguém merece!!

Paulaaaa disse...

nada a ver com o post de hj, mas...cara, gosto mt desse blog, fico horas aqui no trabalho lendo...minha meta é ler tudo rs
me identifiquei com várias historias de vcs (os palhaços são bem parecidos uns com os outros) e até enviei uma historinha pra ser publicada aqui. Parabens

bruna disse...

caaara minhas experiências com homens no chile foram tensas. bemmm tensas. palhaço: "ah, mas hmm :/" eu: "no, no sin condom!" palhaço:"puer favor!" (tá, eu realmente não sei falar espanhol.)

te cuida!

Anônimo disse...

O cara tenta ser simpático e a infeliz acha que é palhaçada...

Tesouro de R$1,99. disse...

Adorei o texto, vou virar "freguesa"
ja seguindo.
Parabens a todas pelo excelente trabalho.

Anna disse...

Olá! AMO esse blog, por isso tenho um selo lá pra vcs. Passem por lá!
Bjinhos!

Flávia Batista disse...

hehehheheeheh.. td por causa da imagem que o próprio Brassil vende de suas mnulheres, né?! é uma pena, mas enfim... fazer o quê, né?

bjs

Pamela disse...

Olá... você pode até não postar este comentário, mas sou chilena e moro no Brasil há quase 23 anos... vim criança e a única imagem que se vendia no Chile à respeito do Brasil é essa que vc viu no norte... antes de eu vir só conhecia o carnaval e uma música da Rita Lee sobre o Brasil... amo o Brasil e não saio daqui, e sei que as brasileiras não são assim, mas essa foi a imagem que se vendeu por muitos anos... boa viagem e lugares xexelentos existem no planeta inteiro.

Contorcionista disse...

Caraca!
Como tem gente bairrista! O povo muda o foco do assunto pra defender a terrinha...tsc tsc tsc...
Mas voltando ao espetáculo, pois é calegas empresárias, a palhaçada é globalizada e sem direito autoral.

Alice disse...

ele fazer uma referencia a cultura brasileira.. caralho, q palhaçada!

Zé do Circo disse...

Quem manda viajar pro terceiro mundo? Se fosse em Paris a lã rause não seria chechelenta!

Anônimo disse...

Pô e ai, sambou ou não?
huauihauihiuauiaiuh...
Chilenos são comêdias demaiiiiis!

Tatinha disse...

hehehe é verdade.. se fosse em Paris... a cena seria diferente :)
hehehaheheha só rindo!
beijão e um domingo legal!

RAIECHA disse...

entaum...eu tinha que contar essa pra vcs...um certo fim de semana resolvi sair com minha prima fomos pra rdeo country bar onde toda turma se reunia...e papo vai papo vem, bebida vai bebida vem,resolvi dar uma volta pela balada para ver o movimento quando me deparo com um sujeito que loucamente pula na minha frente e fica sapateando em cima duma pedrinha de gela, eu sem saber o que falar olhei pra ele com akela cara de:o q vc ta fazendo?? ai foi que ele soltou akela pior: "ägora q eu ja quebrei o gelo, vamos conversar"...homem é tdo palhaço msm...

Anônimo disse...

comecei a ler ontem, e ja sou fã!!

abs

k.rio.k disse...

Sim, homem é tudo palhaço. Isso é verdade mundial e incontestável. Moro nos EUA há quase quatro anos e pensei que o nível circense aqui fosse mais pra Cirque du Soleil que pra Circo Garcia. Me enganei redondamente. A atitude é igual, a única coisa que muda é a língua. Às vezes fico pensando que seria melhor presenciar aquelas enquetes mais antigas onde os palhaços, pelo menos, faziam suas picaretagens mudos, porque pelo menos dava pra ignorá-los mais respeitosamente!

PS. Comecei a ler o blog de vocês hoje e estou adorando! Parabéns, amigas, leitoras e empresárias circenses!