Páginas

sexta-feira, 16 de abril de 2010

E os palhaços maridos, hein?

Casal amigo deste blog tinha um chá de bebê, chá de fraldas ou coisa que o valha pra ir no fim de semana. Como moram na Tijuca e a festa era em Santa Teresa, ela foi dirigindo pra ele poder beber. Quando chegaram na festa, o palhaço estava esquisito, com atitudes desencontradas, falas desconexas, chato. Acabaram brigando na frente dos amigos. A empresária circense ficou puta, pegou a chave do carro e se mandou porque já tinha azedado mesmo. Mal chega em casa, deita na cama pra ver televisão e esquecer o surto do marido toca o cel.

- Cadê você?
- Tô em casa já.
- Porra, vem me buscar!
- Eu não, vem de táxi.
- Não dá, vc não tá entendendo.
- Não, realmente não tô te entendendo.
- Tomei um ecstasy.
- Puta que pariu, tô indo.

Tá certo que ele podia ir pra casa doidão no táxi, mas sabe como é, vai que ele passa mal, tem um piripaque, sei lá. Sem falar que, porque ele não foi companheiro, você não vai deixar de ser. Levanta, bota a roupa de novo, dirige até Santa de novo. Você acha que quando ela chegou lá o pândego conjuge tava passando mal? Tava amuado? Tava tendo uma onda errada? Nãããão... ele tava animadaço, dançando com uma latinha de cerveja na mão. Rebocou o bruto pra casa. No caminho, não se deu ao trabalho de perguntar por que ele tinha tomado a parada sem avisá-la e ainda mais pra irem num chá de bebê. A resposta é óbvia, porque é um palhaço, oras. Perguntou apenas onde ele tinha arrumado o "aditivo químico". Novo espetáculo.

- Outro dia você saiu pro trabalho,daí eu tava sozinho em casa e resolvi dar uam volta. Daí fui lá no Borel e comprei. Pô, mal cheguei o moleque já me olhou e perguntou "vai ser o que, tio?".

- Ah, você foi andando até o Borel e comprou? Que lindo! Que lindo! Puta que pariu.
- Não, mas eu não subi não. Fiquei na esquina e o moleque trouxe.
- Lindo do mesmo jeito!!!!

Pois é, amiga empresária circense, você sai pra trabalhar e garantir o aluguel do ninho de amor de vocês e o que seu maridinho faz na sua ausência? Faz uma faxina? Faz a janta? Prepara alguma surpresa? Nãããão... Ele vai ao morro comprar um ecstasy pra tomar no chá de bebê que vocês vão no fim de semana, claro, sem te avisar. Ah, mas pelo menos ele te acompanhou no chá de bebê? Porra, era de uma amiga dele!

40 comentários:

Renata Meal disse...

ecstasy + chá de bebê??? que combinação...
Próxima combinação do palhaço vai ser o que? Chá de lírio e bodas de ouro?

Renata Brito disse...

de longe a melhor história do ETP até hoje...
putz que cara-mais-sem-noção!!!!

Galto disse...

Cara, tem certas coisas que eu não entendo que neguinho tenha CORAGEM de fazer... E pior!! Não entendo que exista alguém que ACEITE isso!!!

Carequinha disse...

Puta que pariu, to indo!! kkk Foi a melhor, uma das melhores historias do blog. Taí podiamos fazer a tal da enquete com esta pergunta qual a melhor histora?

Anônimo disse...

Ahh... pelo menos não foi pó, né gente!! Nem heroína...kkkkkkkkkk
Um ex meu fez esse favor, usou heroína e feoi me encontrar numa festa de um amigo de um amigo: Entrou numa onda errada e acabou com a festa num espetáculo patético... putz, nem preciso dizer que foi demitido do circo no mesmo dia!!!

Dri disse...

Desculpa, mas ninguém casa com ninguém sem saber o q a pessoa usa ou deixa de usar. Ela devia saber q o marido gostava de tomar ecstasy. Não deve ter sido surpresa! Se ela é casada e o cara fez isso, ela tb deve conhecer bem o cara a ponto de saber o q ele faz e se mesmo assim casou com UM PALHAÇO desses, pq na mha opinião ele é um palhaço, a babaca é ela.
Tomar ecstasy e ir a um chá de bebê?
A próxima seria qual? Tomar o chá do Daime e ir a um velório? Tomar ácido e ir a um batizado? Cheirar cocaína e ir a uma festa de 15 anos doidão?
Pelo amor de Deus! Palhaçadas a parte, mas a mulherada procura!
Pé na bunda do malandro e procure um no mínimo decente!
Dri

Cinara disse...

Não deve ter sido nada legal pra ela, meu eu ri muito com a hisótira kkkkk Além de palhaço, sem noção mesmo...

Nadja G. disse...

Neguinha casa com cada lixo que vou te contar...

Luana disse...

Não sei com o que eu ri mais, se com a história ou o comentário da Dri aí de cima! kakakakaka

Silvia disse...

Se essa nao for a melhor historia do HTP, com certeza e a mais bizarra...Ecstasy e cha de bebe? Esses palhacos estao cada vez mais criativos! KAKAKAKAKA

Roberta disse...

PQP...

Bibis disse...

Palhaço drogado é fo** hein?
Aff
Palhaço é pouco!

Bianca disse...

Nossa...ele faz uma palhaçada dessa categoria e permanece no circo? Tô começando a me perguntar quem é palhaço na relação...

Nani disse...

História mais surreal que já li nesse blog. Do palhaço, senti profunda repulsa. A diversão reside no comentário da Dri. Quem é mais sem noção?!

Anônimo disse...

ahahahahaha

Essa foi demais. Uma das melhores histórias.Esse merece de fato: PALHAÇO!!!!!!!!!

aninha disse...

hahahahaha! show de estória!
pra quem criticou, como, me digam, como você se separaria de uma fonte de diversão e aventura dessas?? eu não largava nunca! :)

Fafá disse...

bah, tão bizarra quanto a história do cara que assim que comeu a mina passou alcool no pau. aquela foi d+ tb.

Priscilla disse...

Eu não manteria nem namoro com um drogado, imagina um casamento!
O que ele tá querendo? Virar um dependente químico e morrer na mão de traficantes por causa de dívida?

Roberta disse...

Bom, mesmo considerando que a grávida não é nenhuma careta, acho esquisito tomar um ecstasy pra um chá de bebê, embora possa ser uma experiência inusitada. Mas, na verdade, o problema, a palhaçda não é esse, não é ele tomar a parada. A grande palhaçada é ele não avisar à mulher que vai tomar. É a quebra de confiança, de partilhar as decisões.

Lady Metal disse...

Nego não está entendendo a situação. A questão não é tomar ou não tomar a bala. Tudo tem sua hora, cacete! Quiser tomar, toma em um outro tipo de festa e AVISA a empresária circense!

Anônimo disse...

Deixa eu ver se entendi: ele usa drogas e fica coçando o saco em casa enquanto ela vai trabalhar pra sustentar o vagabundo? Concordo com a colega aí em cima: quem é o palhaço da história? Mulher se arranja com uma chave de cadeia e depois vem choramingar. Só carência braba justifica uma coisa dessas.

maria helena disse...

rehab prá este palhaço já!!!!!

Dayane Pereira disse...

Tem homem que só fgaz merda mesmo neh.. Tsé tsé.
Acho que no proximo churrasco na casa de um amigo dele, é ela quem deve ir de piriquete e bater cabelo na pista até cansar..
Mas nao, palhaço da relação. só ele neh..

Linda disse...

Ei, vcs tão falando que se drogar em "hora certa" tá legal?
Fala sério, ninguém merece ficar do lado dum viciado! Se fosse comigo era cartão vermelho de vez.
Tá, foi engraçado ele contando feito um imbecil que foi até o morro mas não subiu, o moleque chamou de tio e talz, mas usar droga é o Apocalipse! A mulher vai trabalhar e o mané aproveita pra fazer cagada?

Augusta disse...

Nossa, é por isso que a mulherada reclama que falta homem no mercado! Eu achei o cara divertido. Ok, ele fez uma merda, mas quem não faz? Claro, melhor se separar na primeira mancada, né? É mais fácil!! Bando de mulher chata, putz! E olha que sou uma mulher e MUITO bem casada, graças a Jah! Chataaas!

Luciana disse...

ecstasy no cha de bebe? K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K K A HISTÓRIA MAIS RIDICULA DE TODAS!

Anônimo disse...

Queria ver Augusta muito bem casada aturar o marido cheio de ecstasy ou coca ou heroina na ideia numa festa prosaica como cha de bebe..... Atirar pedra nos outros sem olhar em si é mole.
Falta homem... não falta... mas pra ficar com um desse naipe é melhor ficar sozinha.

Silvinha disse...

A Augusta aí em cima mencionou que é muito bem casada graças a Jah. O que raios é Jah mesmo???? Deve ser alguem/algo que faz com que ela ache que situações bizarras como essa pareçam muito legais, totalmente possíveis, ja que ela caracterizou as pessoas que se escandalizaram com o infeliz como chatas. Jah?!?! Francamente... tsi tsi tsi
Ahhhh sera que tem alguma coisa a ver com os ceguinhos que tocam reggae da Tribo de Jah?? Fala sério, hein...
Tem gente que perde umas oportunidades de guardar seus comentários para si.
Enfim... o noiado é um palhaço mesmo. Por tudo. Pelo ecstasy, pelo cha de bebê, pelo morro e mais ainda pela ligação patética. Afinal, não aguenta bebe leite, ao invés de ligar pra esposa pedindo arrêgo.

Bianca disse...

Bom, cada pessoal atura o que considera tolerável. Pra mim, cara que se droga nao é tolerável e pronto. Prefiro manter assim do que casar com qualquer traste apenas para ostentar o título de casada e nao de "chata encalhada". Tem algumas pessoas que precisam baixar o padrão de qualidade para nao ficarem sozinhas; outras podem se dar ao luxo de serem mais seletivas...

Dri disse...

Augusta só pode ser casada com o Dom Lázaro da novela Meu bem, meu mal.
Dri

DPedra disse...

Hitória Top 5 do HTP. Excelente. Ele deveria ter dividido com ela. Não a decisão, mas a bala. Para depois não ficar ouvindo reclamação.

Luiz disse...

Cara sou intolerante a qualquer tipo de vicio. Viciado é doente tanto no aspecto fisico e psicologico. Acho que o homem pode ser um palhaço e a moça é alquem que não tem o minimo de amor próprio. Pobre moça!!!

Kelison.

Andréia disse...

Com certeza, melhor história de todas... palhaço Amy Winehouse !! Mas gente, ninguém percebe, temos que pensar de maneira coletiva, é por causa de imbecis como esse que precisam se drogar pra ter uma vida menos patética que o país tá na mão de traficantes. Depois que alguém da família leva bala perdida, aí ficam chorando...

Andreia disse...

esqueci de comentar, chá de fralda é terrível, o único em que me dignei a ir foi porque eu sou madrinha da bebê que ia nascer. Chá de fralda e de panela, só mando o presente, nunca vou.

Galto disse...

Se o demente se droga, problema dele, PONTO! Por mim, pode se matar.
Agora, colocar no rolo a mulher e os amigos por conta da imbecilidade dele??? Na boa, já provei de QUASE tudo na vida mas nunca meti ninguém nas minhas cagadas!
Não quero julgar o palhaço bem maquiado mas a situação que o indigitado armou, que só é divertida pra quem tá de fora.
Cada um sabe o tamanho do rabo que tem, uns deixam pra ser pisados, outros não...

Jussara disse...

kkkkkkkkk.....que horror.

Mulherzinha Sim! disse...

Ele é um sem noção³, mas eu diria que a palhaça da história é ela por aceitar uma situação dessa. Como assim a mulher trabalha, paga as contas e ainda aceita um marido drogado? Vai dizer que ela não sabia que ele usa esse tipo de coisa?! PELOAMOR DE DEUS!

Se eu fosse ela, tinha arrumado a mala dele e dito que a partir daquele dia ele que fosse morar no Borel de vez.

www.mulherzinhasim.blogspot.com
www.formspring.me/mulherzinha

Carol disse...

Amei o "palhaço Amy Winehouse", estou chorando de tanto rir!!!

Anônimo disse...

Vai ver que ele tinha algum problema com a amiga ...

Marcelo disse...

Essa foi "Surreal". Se a moda pega , maridos estarão se dopando e comprando tóxicos a cada tarde q suas respectivas mulheres vão trabalhar .