Páginas

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Essa mistura uma palhaçada de dilúvio com um clássico: o espetáculo da devolução dos panos de bunda. Deve ter uma boa meia dúzia de histórias dessas aqui, não é a primeira que esta empresária circense amiga do blog relata e só eu tenho já postadas. Por que será que eles sempre fazem palhaçada na hora de entregar nossas tranqueiras? Cara, melhor jogar fora do que fazer esse número. Hmmm.... mas eles são palhaços, né? Não podiam deixar passar a oportunidade.

Respeitável público, que rufem os tambores, o espetáculo vai começar.


Palhaço de dilúvio

Acontece que eu tinha deixado uma mudinha de roupa na casa do palhaço. É um vestido leve e uma calcinha, num saco plástico. Ok, tem um desodorante e uma escova de dentes, ambos usados, mas isso pode ir pro lixo. No dia seguinte à nossa conversa derradeira (ou seja, semana passada), ele me mandou um torpedo: "escuta, tem aquelas coisas suas aqui em casa. venha pegar, por favor". Eu disse que iria em breve. Ele viajou no fim de semana, mandou outro torpedo: "posso deixar com o porteiro". Eu achei desagradável ir a Vila Isabel inquirir o porteiro sobre um saco da sendas recheado com uns panos de bunda. Falei que ia na segunda-feira.

Bem, todo mundo sabe o que aconteceu no Rio de Janeiro na segunda-feira. Acho que não preciso explicar porque não fui resgatar minha mudinha de roupas. Também não preciso explicar como o dilúvio afetou minha rotina no resto da semana. Sendo assim, pedi desculpas pelo gtalk:

- Olha, lamento muito, mas só vou poder pegar minhas coisas [que, como já disse, consistem num saco plástico que jaz escondido num armário do quarto de hóspedes, completamente invisível] na semana que vem, tá?

- Pô, mas é só meia hora da sua vida! - retrucou a criatura, para meu espanto.

- Sim, e são só trinta centímetros cúbicos do seu espaço! - respondi, ainda pasma. - Se estiver incomodando tanto, dá para os pobres.

- Era exatamente o que eu ia sugerir - arrematou ele, rancoroso.

***

Bem, isso não barra o kit-devolução do palhaço ex-marido. Estava eu, recém-separada, abrindo as caixas da mudança, naquele inevitável clima de fossa, quando me deparei com uma embalagem pequena, sem a minha letra para identificar o conteúdo. Assim que arrebentei o lacre, o susto: uma sequência de máscaras de palhaço, línguas de sogra, bexigas vazias e copos plásticos. Demorei alguns segundos para entender: o moço incluiu na minha mudança, sorrateiramente, os apetrechos que sobraram da minha última festa surpresa de aniversário. Mas é claro! Afinal de contas, quem não precisa de máscaras de palhaço e línguas de sogra no enxoval?

***

Nota da Editora: antes da publicação deste post o palhaço tinha se redimido e se oferecido pra trazer a sacolinha da Sendas com os panos de bunda da empresária circense. Diz que vai deixar na casa dela.

24 comentários:

luana disse...

Nossa! Pior que é assim mesmo... Uma vez após termino de longo namoro o sujeito me lembrou que eu havia deixado uma escova de dentes na casa dele... Oras, joga essa porcaria no lixo! Ou ele achou que eu so tinha aquela? Risos...
Quando disse para jogar no lixo ele reclamou que eu só usava escovas de dentes cara (???) e que era um desperdício joga-la fora...
Cá para mim, acho que era desculpa para me rever... =)

Carolina Monteiro disse...

IAUhiauhaiuhaiuhaiuhaiuh... é de comover mesmo as palhaças que os homens com o ego ferido são capazes de cometer... HAHAHA³
Seguindo aqui, ok!?
bjus

Rena disse...

pior não é isso é quando o palhaço deixa as trouxas dele na minha casa no intuito de "mim" lavar...kkkkkkkkk

eu mereço...rs

Lucienne Condé disse...

o palhaço não se redimiu de nada. não notaram que o que ele mais queria na vida era se livrar do saquinho das sendas?

Lady Metal disse...

Um festival de NÃO PRECISAVA.

Contorcionista disse...

Empresária, não fique tão otimista com o que ele prometeu. Todo palhaço apronta alguma no final. Esteja pronta para rebater o discurso gran finale do rapa. Boa sorte e felicidades! Afinal vc se livrou de um palhaço.

Anônimo disse...

Acho q ele queria o vestido e a calcinha pra ele usar! Vai entender esses fetiches masculinos, né?!?!
RS!
Dri.

Prof. Alan disse...

Comentário fora da linha do post: dá gosto ler este blog. Tanto posts como comentários, todos escritos sem erros de português.

É o primeiro blog que vejo no qual nem blogueiros nem comentaristas assassinam a língua natal - eu já vi muito blogueiro medalhão, desses com 100 mil acessos/dia, cometer erros bizarros!

Estão todas de parabéns!

MARIA CRISTINA disse...

É tudo palhaço mesmo! Um dia desses, meu funcionário saiu dizendo que iria "trabalhar",porque é ele o "palhaço que paga as contas desse circo". Fiquei eu a pensar, é isso mesmo. Eu sou a Empresária Dona desse Circo.

É isso aí colegas Circense, temos que manter esse circo.

Bjus no coração de cada uma.

Anônimo disse...

Meu ex-Palhaço privativo não devolveu uns dois panos meus que ficaram na casa dele, além de um medidor de glicemia de meu pai que é diabético e precisava do aparelho para monitorar a glicemia!
Ainda enviei um email pedindo-lhe para deixar o aparelho (só o aparelho mesmo, nem pedi os panos de bunda e chinelo) na loja de meu irmão e ele respondeu que iria deixar lá no outro dia. Jacaré levou? Não. Nem ele. Palhaço.

maria helena disse...

mas q mala sem alça este palhaço, valha-me!!!!!
é a clássica desculpinha prá ver a empresária, pois quando não se quer mais saber da pessoa, não se fica dando atenção a uns detalhes destes....
eu, pelo menos, nunca fiquei procurando ex prá devolver qquer coisa q tenha deixado prá trás, faço uma trouxinha e mando prum asilo que tem aqui perto de casa... os velhinhos ficam numa faceirice de dar dó!!!!

Cib disse...

Meninas, sugestã: como nem bem entrega-se o prêmio de superpalhaço a um representante da categoria e já surge outro com uma palhaçada premiável, proponho criar o Troféu Nariz de Rubi pra dar sequência ao Palhaço de Ouro.

A Empresária disse...

Muita calma, minha gente. O rapaz teve um breve impulso circense, quiçá bem humorado, mas é a prova viva de que ainda há palhacinhos fofos por aí. Não só se deu ao trabalho de devolver pessoalmente minhas trouxas, como ainda incluiu um mimo carinhoso no volume. No fim das contas, nunca é fácil pra ninguém, não é mesmo?

Renata Saintive disse...

Empresaria, qual foi o mimo??
Conta pra gente!

Galto disse...

Pior é que depois dessas palhaçadas, algumas empresárias aceitam o palhaço de volta...

Periodista disse...

Palhaço sem imaginação... tava aí uma boa ocasião pra cobrar taxa de depósito, frete, taxa de entrega, delivery y otras cositas más...
Para arrematar: quero receber em beijos, abraços e carícias plenas!
Seria un gran finale arrebatador para a função circense.

Anônimo disse...

Empresárias,
Quando uma guria que eu conheço fica com o meu namorado, e finge que nada aconteceu, ela também é PALHAÇA?

PV Masculino disse...

Vcs estão muito estressadas.

Vou explicar, do ponto de vista masculino, quais são as verdadeiras pretensões do cara com esse comportamento.

Primeiramente, ele está tentando ser educado, para não sair da relação como "o grosso" da história, e assim conseguir manter algum contato amistoso com a mulher.

E qual a razão para isso e para o mimo junto com a devolução da sacola de roupa? A razão é uma só, tentar manter a mulher na geladeira, ou seja, disponível no caso de bater aquela secura, quando terá alguém que já conhece, tem intimidade e aprecia a companhia, para dar "umazinha".

O que ele pensa: apesar de eu já não estar mais querendo ter nada sério com a garota, por que não manter a parte boa?

Assim, o cara elimina a parte ruim que o fez não querer prosseguir na relação (cobranças, chatisses, mimimi, etc), mas garante que no desespero terá alguém para dar uma aliviada e até, talvez, ter algum reconforto emocional momentâneo.

Certo ou errado, a coisa é simples assim.

Beijo para todas!

Galto disse...

"Empresárias,
Quando uma guria que eu conheço fica com o meu namorado, e finge que nada aconteceu, ela também é PALHAÇA?"

Aí já virou CIRCO!!!!

Fernanda disse...

Ânonimo,

ela é palhaça não, ela é filha da p*ta.

Fernanda disse...

o meu ex-artista circense, depois de 3 anos de namoro, me devolveu minhas coisas em sacos plásticos.

ou seja, glamour zero.





palhaço.

Priscila Peres disse...

Meninas, quero dizer que ADORO o HTP.. sério, passei os últimos dias muitíssimo ocupada em my job lendo o HTP de cabo a rabo.. HAHA! Depois fui nos blogs da Narinha e da Roberta.. E só posso dizer que já sou fã de vocês.
Me identifico muito com as palhaçadas e sempre as compartilho com o meu palhacinho de carteira assinada... E com toda a galera daki tbm viiu?! A fama de vocês já chegou ao Acre!
Continuem assim, a melhor parte das tristezas é saber se divertir com elas... E o espatáculo sempre vai reiniciar!!
Um grande abraço pra vocês

Anônimo disse...

Looser esse cara. Tinha é q ter jogado fora. É msm um palhaço.

Beth disse...

O Moço do PV Masculino disse toda a verdade, e cá entre nós mulheres até sabemos disso, no fundo. O problema, pelo menos pra mim, o que dá raiva mesmo é que esses palhaços ficam armando esse espetáculo todo só pra provocar, pra irritar mesmo. No meu caso eu perco a paciência logo e mando o dito pra p q p mesmo. Geladeira??? ah meu filho, eu gosto de praia, de sol e corpinhos sarados... Beijos a todas e todos... rs Adoro esse blog.