Páginas

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Especial Dia dos Pais

Como diria minha mãe, parece até sacanagem. Foi a gente anunciar o especial que minha vida virou de pernas pro ar e não dei conta dos posts, mas como sou uma Dona de Circo dedicada dei um jeito de vir aqui. Tô cheia de problemas pessoais, mas não largo o picadeiro!

O circo chegou e até o próximo domingo vamos desfilar a caravana dos PAIlhaços. Para começar, uma dobradinha: a leitora R.A. nos conta as histórias dos pais de seus filhos. Dois palhaços de raro talento! Respeitável público, que rufem os tambores!

Não posso deixar de escrever as duas piores histórias dos pais dos meus filhos. Sim, o mais velho de 16 anos tem um pai e o mais novo de 2 anos tem outro pai. Vamos começar!

Engravidei do meu filho mais velho aos 13 anos, na época o palhaço01 tinha 17 anos. Nunca ajudou com nada e nem foi presente. Nunca cobrei nada pois acho que se a pessoa não sente amor pela outra, não tem porque eu forçar aproximação. Se ele fosse interessado em ser pai não teria abandonado o menino. Eis que 15 anos depois, eu preciso da assinatura dele para tirar um visto e um passaporte para meu filho. Pedi que ele fizesse uma procuração, me autorizando a assinar por ele. O bruto então me apareceu com uma declaração confirmando que autorizava a minha assinatura no lugar dele.
- Oi... Eu pedi procuração. Declaração não vale.
- Ah, é muito caro! Não dá pra eu fazer...

Pode isso???? Nunca deu nada ao menino e quando eu peço uma procuração, ele vem com essa!
#odiomortal

***

Bom, esperava-se que eu tivesse aprendido com o primeiro que não se pode confiar nessas criaturas. Mas, inesperadamente, engravidei novamente 14 anos depois. E, adivinhem?! O pai do caçula sumiu ainda na gestação, prometendo que mandaria uma grana mensalmente pra ajudar com a gravidez e com o bebê. Ilusão amarga...

Ele não apareceu nem para registrar o filho. Mandou uma procuração. E, antes que o menino completasse 2 anos, ele reapareceu dizendo que queria conhecer o filho, que estava mandando um bom valor pra ajudar. Ele mandou um valor que dava pra pagar um mês da escola. Aí começou a me enviar mensagens que ainda pensava em mim, que eu era o sol da vida dele. Como, obviamente, não respondi... O que ele fez? Sumiu é claro! Afinal, o filho não tem importância nenhuma pra ele. Só queria ver se ainda tinha chance comigo, depois de me abandonar grávida e ao filho.

Agora, PALHAÇO, NUNCA MAIS!!!


R.A.

24 comentários:

Aninha disse...

pelo menos o segundo mandou uma procuração sem chiar! a moça evoluiu no modelo... :)))

Carla disse...

Pô, você escolheu a dedo, hein??? Dedo podre, óbvio!!
Boa sorte na próxima, se tiver coragem de tentar de novo...

Anônimo disse...

Amiga, vc tem um "dedo podre" pior do que o normal!! rs...

Nubia disse...

Esses dois são donos de circo né?? Muita palhaçada viu... que raiva.

Poliana disse...

né por nada não..mas assim, as pessoas fazem com a gente o que deixamos. Não é mentira que estes dois catiços não tem hombridade, caráter, e mesmo responsabilidade sob os atos. Porém a mulher ai parece que gosta do perfil né?e ainda tem filhos com os fulanos..dá nem pra ter pena..Dá mais uns anos que ela embucha de outro palhaço, não há duvida.

Carolina disse...

Nossa meninas, parece até que a culpa é só dela em ter o "dedo podre"!

Helen disse...

Desculpa R.A., mas não tem como não perguntar.
Na sua visão eles é que são os palhaços?

Como disse a Poliana, logo logo embucha de outro (palhaço???).

camila disse...

Amiga, vai numa sessão descarrego!! Tá amarrado isso aí!! rsrs

P disse...

Não me leve a mal, mas vc nunca ouviu falar de camisinha ou pílula???
Errar 1 vez passa, mas duas²

Poliana disse...

fico com dó dos filhos, que vão sendo colocados neste mundão de meu Deus assim...de qualquer forma, sem apoio das duas partes responsáveis..Pior que eu realmente acho que essa 'super' mãe e suas 'super' escolhas..não acabam por ai..

Anônimo disse...

Desculpa,mas também acho que parte da culpa é da mãe. Ela não se cuidou com 13 anos nem depois disso,mesmo depois do que aconteceu e parece que ela curte um cara sem carater pra ter relações sem camisinha..tsc tsc, me sinto mal é pelos filhos

R.A disse...

Bom Poliana, essa "super mãe" dever ser melhor que a sua, porque educação e respeito pelo próximo ela ensina aos filhos.

Ela não tem culpa se os pais dos filhos não prestam, não pode ser julgada pela atitude deles.
E penso que antes de afirmar que seus filhos são "jogados" no mundo de qualquer forma, sem apoio vc deveria procurar conhecer como eles são criados.

Enfim, se voce gosta de julgar a vida alheia, faça isso de quem voce realmente conheça...Bom Poliana, essa "super mãe" dever ser melhor que a sua, porque educação e respeito pelo próximo ela ensina aos filhos.

Ela não tem culpa se os pais dos filhos não prestam, não pode ser julgada pela atitude deles.
E penso que antes de afirmar que seus filhos são "jogados" no mundo de qualquer forma, sem apoio vc deveria procurar conhecer como eles são criados.

Enfim, se voce gosta de julgar a vida alheia, faça isso de quem voce realmente conheça...

Anônimo disse...

Pô, mas você escolhe homem mal, hein? Da próxima vez, escolhe melhor o pai do seu filho...

Poliana disse...

guarda a faca de serrinha e abaixa a tesoura de ponta super mãe...

eu fui bem educadinha sim, inclusive aprendi o que é camisinha e pílulas anticoncepcionais..:D

pq realmente, homem..não é facil..
to julgando não..mentira, devo estar mesmo. Fazemos isto o tempo todo,não deviamos ne?!Que coisa não?=O


se não quer julgamentos, opiniões particulares - e sobre estas vc nao tem controle, não partilhe suas histórias em nenhum local onde pessoas QUE NÃO TE CONHECEM, tem acesso.Afinal, pessoas julgam o tempo todo..=/

Um beijo..e camisinha é distribuída em postos de saúde.;)

Já boas escolhas não, eu tb sei disso!Não quis ser grosseira, mas é minha opinião, fazer o q né...

Flávio disse...

O problema dos palhaços é questão de caráter. Não se abandona um filho, por pior que seja a relação entre pai e mãe, ou mesmo financeira. Não acho que a dona do picadeiro tenha errado. Infelizmente caráter não vem estampado no rosto e se enganar é muito comum quando se está tomado pela paixão.

Palhacitos disse...

Bom Poliana, essa "super mãe"
( R.A )dever ser melhor que a sua, porque educação e respeito pelo próximo ela ensina aos filhos.
( Você realmente acredita que educação é não poder expressar um julgamento moral de alguém inconsequente que quer povoar o mundo de futuros marginais
( IBGE ) ?? )
Ela não tem culpa se os pais dos filhos não prestam, não pode ser julgada pela atitude deles. ( Lixo se envolve com lixo. Se você não soube escolher seus parceiros e os selecionou por critérios de biscate, você é a maior culpada. Se fosse esperta, só teria pagado boquete e não tinha embuchado.
2x ).
E penso que antes de afirmar que seus filhos são "jogados" no mundo de qualquer forma, sem apoio vc deveria procurar conhecer como eles são criados. ( São criados por mãe solteira, usada por vagabundos e que não planeja ter filhos nem mede as consequências do que é ter uma família desestruturada. Onde foi que teus pais erraram ? )
Enfim, se voce gosta de julgar a vida alheia, faça isso de quem voce realmente conheça... ( Tipos como você são bem conhecidos. Tem em toda esquina.)
Helen e Poliana, vocês estão corretíssimas em suas avaliações. E á você R.A., só resta viver uma vida medíocre de transas com quem só irá querer te comer, e só.

Roberta disse...

Acho lindo o blog me dar a oportunidade de saber que existem estas pessoas que nunca erram, se enganam ou fazem julgamento equivocado dos outros. Nunca se apaixonaram por alguém que não mereciam, nunca transaram sem camisinha, nunca engravidaram sem planejar. Elas só confiam em quem merece, afinal foram criadas por pais perfeitos e vivem uma vida perfeita.

Talvez, por não terem problemas e viverem vidas perfeitas, em sua infinita generosidade e sabedoria, ocupem seu tempo de senhores da verdade carimbando os outros mortais com rótulos de "certo" e "errado", "bom" e "mau". Deve ser bom ter tempo para isso, para gongar o alheio na certeza de não ter telhado de vidro.

Quase dá invejas, néam?

BELALUGOSA disse...

Admissível que de, vez em quando, sejamos uns canalhas com as mulheres, que algumas merecem.

Mas canalhice com os filhos é intolerável e baixo até para nossos padrões de canalhice e palhacice

Daiane disse...

Roberta, meus parabéns! Vc disse tudo!

Dona Mila disse...

Roberta, todo mundo faz merda. Nem todo mundo sabe rir das próprias merdas/acasos de merda que a vida joga no colo ou acabamos catando, de alguma forma. Acho que a intenção da RA era fazer graça da própria "desgraça" (tá, não é bem desgraça...). E a intenção de todo mundo que comenta é colocar lenha na fogueira!

RA, juro, se é comigo, meto na justiça pra pedir os atrasados. Mesmo que não precise disso, pode virar um apê pro filhote.

Anônimo disse...

Valeu Roberta!

Anônimo disse...

é o mesmo que vocês fazem aqui no blog, postam histórias de pessoas que ninguém conhece e que julgam atitudes alheias.. vai saber quantas dessas histórias já publicadas não ocorreram como citadas e muitaaaaaa gente esculachou quem não merecia.. o ibope e os comentário desse blog são feitos disso, julgamento alheio sem base confiável (pq palhaço também erra sem querer).. as vezes roberta tu pode tá dando moral aqui pra um bando de lesada e nem sequer te ocorreu esse pensamento.

Anônimo disse...

Atentem para o detalhe: homem e mulher fizeram o filho juntos, a mulher toma conta das crianças, o homem larga e a culpa é de quem?

Se você respondeu mulher volte 500 anos e aproveite para acender uma fogueira e destilar todo o seu ódio contra as mulheres pecadoras. Satisfeito?

Se você tá aí reclamando de camisinha blablabla, lembre-se de que a mulher em questão já está devidamente cuidando de suas crias, não precisa do seu atestado de perfeição de saúde sexual - a mulher está aqui somente para rir de si própria e da falta de consciência dos homens envolvidos nos atos.

Se você riu com ela e se solidarizou pensando em quantas mulheres você conhece que passaram por situaçòes parecidas, ok, esse é o espírito do site, estamos em 2011, podemos ouvir uma história, rir um pouco e crescer com ela. Num é verdade?

Anônimo disse...

Pior que Homem Palhaço, é quando a gente se depara com algumas MULHERES PALHAÇAS que comentam por aqui... são as pimeiras a "atirar pedras na geni"...QUE VERGONHA dessas "meninas"... q se dizem tao bem educadas que nao se informam que metodos contraceptivos FALHAM!
1) CAMISINHA: margem de falha: 6%
2) PILULA: em teroria, 1%, MAS para ficar dentro desse um por cento a mulher nao pode: fumar, beber, passar por stress, tomar antibioticos ou antiinflamatorios...
A SOLIDARIEDADE e vergonha na cara passou longe das "sehoritas perfeição" alí em cima!