Páginas

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Rescaldo 2 - Que palhaço é esse?

Olha, nem sei que nome dar a este. Se é um Palhaço Machista, Oraculoso ou meramente cara de pau.... Respeitável público, identifiquem o artista circense!

Bom, vamos começar do começo... quando nasci, meu pai foi embora de casa, deixando minha mãe com um bebê recém-nascido e uma depressão pós-parto. Qual o motivo? Ele não queria filhAs, e sim filhos homens. Como mamãe foi incapaz de conceber um macho, ele se mandou. Um ano depois o palhaço voltou pro picadeiro e mamãe empresária palerma aceitou o retorno. Um tempo depois nos mudamos para outra cidade, a 200km de toda a família, devido a uma oferta de emprego que meu pailhaço recebeu e pagaria bem mais.

Anos passam... mãe empresária engravida de novo e, adivinhem? Outra menina. Pouco tempo depois, pailhaço, ístico que era, lê em um oráculo qualquer que minha mãe não era a mulher da vida dele, afinal ela falhou em lhe dar filhos homens; a mulher da vida dele seria bem mais nova (óbvio) e lhe daria rebentos XY.

Como estávamos em sérias dificuldades financeiras (afinal, pailhaço perdeu o emprego e nunca mais se dignou a procurar outro), super mamãe pega uma filha de 7 anos de um lado, uma de 6 meses do outro, e resolve voltar pra casa da mãe, com a promessa do pailhaço que eles se reuniriam dali a um ano. Na época combinada, quando meu pilhaçoo faria a mudança de volta pra cidade natal, abrimos o caminhão e... cadê os móveis?! Ele simplesmente dividiu tudo por dois (inclusive jogos de louça e coisas que minha mãe tinha comprado sozinha) e resolveu que ficaria no interior. Pois bem, então cada um ficaria com uma casa (as duas com o mesmo valor, uma no interior e uma na capital) e pronto. Logo após o divórcio consumado, chegamos em casa e adivinhem? Pailhaço resolveu vender a casa onde morávamos! Depois da minha mãe ter gasto 6 meses de sufuco reformando tudo sozinha, né? E pra que ele vendeu nossa casa, caríssimo público? Pra casa com a "mulher da vida dele", 20 anos mais nova! E, claro, não vendeu a casa do interior, afinal ele precisava morar em algum lugar né?

Ah, claro que não soubemos do casamento até que minha mãe, desconfiada dos sumiços do pailhaço, ligou na antiga casa e falou com a nova esposinha.

Pois bem... anos ausente, o bruto não atendia o telefone nem no dia dos pais nem no aniversário, muito menos ligava. Aparecia, quiçá, a cada 6 meses. Agora ele quer ser o papai exemplar!

Obviamente, depois de tanta palhaçada, abdicamos do uso do sobrenome do pailhaço, e só usamos o da super-mamãe, inclusive no faceboook e outras páginas internéticas. Pailhaço descobriu e surtou. Agora que comparecer aos eventos familiares e chora porque não ligamos no Dia dos Pais.

Mas, pera lá, e os natais que passamos sozinhas, porque super-mamãe tinha que trabalhar? Porque ele nunca ligou pra perguntar se precisávamos de companhia?

Como pailhaço típico, gosta de dizer aos quatro cantos que tem uma filha engenheira e outra bióloga, mas nunca se dignou a pagar mais do que o mínimo necessário de pensão (imagina pagar uma mensalidade da minha faculdade, que bate nos 1500 reais, ou um livro, ou dar 50 reais pra um livro).

Só para constar, obviamente pailhaço teve mais um bebê. Adivinhem: OUTRA MENINA. Nenhuma vingança minha será maior do que a dos próprios espermatozóides do pailerma.


Leitora S.S.

25 comentários:

Laura disse...

Fácil: pailhaço estelionatário!

Aninha do Rosário disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nubia disse...

Detalhe que "quem escolhe o sexo" é o homem... ele q deve mandar o Y... pior q põe a culpa na mulher... esse palhaço com força!!!!

Aninha do Rosário disse...

Sou leitora assídua, mas confesso que essa história me chocou bastante! Como alguém pode agir dessa maneira com os próprios filhos e como pode enganar e bagunçar a vida das pessoas assim sem o menor sinal de remorso ou arrependimento?? Se não existe mais amor, que se encerre a relação, mas que permaneça o respeito, a lealdade, e sobretudo a responsabilidade no que diz respeito aos filhos, pois quando este pai estiver idoso e precisando de cuidados adivinhem a quem ele irá recorrer... Abs.

Anônimo disse...

Ele teve outra menina? Ahahahahaha. Bem feito!! Mas o que ele merecia mesmo é ter ficado estéril, para não gerar mais filho nenhum.

Se ele tinha problemas de relacionamento com sua mãe, até dá para entender. Coisas de casal. Mas sacanear as próprias filhas, é o fim.

Anônimo disse...

O sexo da criança tem relação com o ato orgásmico da mulher. Ou seja, gozou é mulher, não gozou é homem. Apesar do teu pai ser um dos tipos mais tranqueiras que existem entre homens, ele excitava a tua mãe. Se não acredita, pesquise.

Thata disse...

Pailhaço Pailerma como a empresária citou ao final! Não basta ser empresária circense, né? Tem que NASCER no picadeiro!!!! Afff!

Íris disse...

Aulinah de biologia pra esse PAIlhaço caia bem ...

Meninos: XY
Meninas: XX

Mulher só "fabrica" cromossoma X, cabe ao PAIlhaço doar o Y p/ fazer um menininho.

A genética está colaborando para que esse PAIlhaço não coloque mais palhacinhos no mundo!

Affeeeeeeeeeee!
Nem sei como definir esse pailhaço!

Iole disse...

Caraca...
Que fdp!!

Paloma disse...

hahaha essa sem dúvidas é a melhor história, ou digamos pior?

é cada palhaço que apárece!!

Luiza disse...

Fala sério! Já deixou de ser palhaçada ha muito tempo. Pois palhaçada é algo que chega ao engraçado e não há nada de engraçado num homem se ausentar e desconsiderar a vida da mulher que esteve ao lado dele e ainda mais ser ausente na vida das filhas. E mulher é guerreira mesmo, pois passei uma situação semelhante com o PAILHAÇO da minha filha. Tudo igual mesmo!

Palhaço!

Anônimo disse...

Definitivamente, ele é uma FÉDAPUTA PAILHAÇO;

Cris Rego disse...

Isso não é pai, é reprodutor.
A gente ri pra não chorar né? Porque se for pra levar essas coisas a sério, a gente surta!

Íris disse...

Gostaria de saber de onde saiu essa aí do "Anônimo" ... aulinha de genética cai bem p/ vc tb hein!

Tá me soando a comentário de palhaço ...

Flávio disse...

Esse é mal caráter "di com força".

Anônimo disse...

Gente, vamos lá, aulinha de biologia!
Para quem não sabe, orgasmos não são fatores mutagênicos da nossa carga genética! Mulheres são geneticamente XX, logo só podem produzir gametas X!
O sexo do bebê é determinado pelo gameta proveniente do pai, que é XY, logo, pode produzir gametas X (resultando em uma menina) ou gametas Y (resultando em um menino).
Orgasmo não tem nada a ver com isso, por favor! É tanta besteira quanto dizer que tal posição "faz menino" e tal outra "faz menina".Por mais que os espermatozóides com o cromossomo X nadem em uma velocidade diferente dos com cromossomo Y, a posição da relação não garante o sexo do bebê, até porque os espermatozóides sobrevivem por até 4 dias no corpo da mulher, de modo que a fecundação possa ocorrer dias depois do ato sexual.
Se informem antes de sair por aí afirmando categoricamente algo que vc ouviu por aí.
Abraços

Fernanda P. disse...

Anônimo dizendo que nasce menina qd a mulher tem orgasmo e menino quando não tem. Todas as meninas de 13 aninhos ou que engravidaram na primeira vez teriam meninos então? rsrsrs Eu mesma sou excessão nesta pesquisa.

Anna disse...

hummm, com orgasmo mulher, sem orgasmo homem, sei... e quando e fertilização in vitro?

Anônimo disse...

É um palhaço "má"-genética

Anônimo disse...

Sinceramente, sr. Anônimo... se o pailhaço é bom de cama ou não só interessaria caso ele virasse um.. ãhn... 'rapaz de aluguel'. oque me interessa é que ele não foi nem um péssimo pai - ele nunca foi nem pai.
Em compensação, minha mãe é uma mulher maravilhosa, que trabalhava até no Natal pra poder sustentar as duas filhAs, e que tem todo e absoluto direito de falar com orgulho sobre as duas mulheres formadas, com emprego bom, que nunca deram mais trabalho do que pedir uma carona pro shopping.
beijinhos a todas as empresárias!
Leitora SS
Ps: nem eu sei em q categoria o pailhaço se encaixa, mas pailhaço oraculoso foi o máximo!!!

Marina disse...

huhauahuahauhau eu ri muito com final : "Adivinhem: OUTRA MENINA." toooma !!!

Mari disse...

Com essa fixação por filho homem bem que podia ser o palhaço "Henrique VIII"...

Marjorie disse...

Muito bom o blog meninas!!

Camille disse...

Meu pai faz o MESMISSIMO show,mas em versão adaptada. Que até pro HTP já mandei.

E ele também AMA falar que tem um filho acadêmico de Direito numa master universidade e uma filha socióloga. Mas ajudar nisso que é bom? NADA. Teve o culhão de ligar essa semana ,falando que se sumiu pq meu irmão só pedia dinheiro.Aliás,nem com a mãe dele a beira da morte ele se comove e aparece.

p.s: o menino com 20 anos já é funcionário público e ganhando mt bem obrigada.

Sem vergonhice nem surra de vara de marmelo corrige.

Anônimo disse...

Bem, eu me considero um "paiboy", ou seja, um pai playboy. Tenho um carro esporte, sou muito namorador, troco o plantel de namoradas de três em três meses, mas cuido muito da minha filha única. Em vista de tanta canalhice que leio aqui posso me considerar um santo. Santo Palhaço, ok.... Ou Palhaço Santo. Por isso, acho que vou admitir mais uma namoradinha no circuito. Santos têm direito.