Páginas

terça-feira, 16 de dezembro de 2003

Palhaço sem classificação
Essa foi uma amiga q me contou na época da faculdade. Acho q é umas das piores q já contei aqui, um palhaço no pior sentido. Pra ser sincera ele foi tão palhaço, mas tão palhaço q não consegui achar uma classificação.

Minha amiga tendo um rolo com um cara da faculdade. Não tinham compromisso, não combinaram namorar, mas tava rolando um relacionamento legal. Como estudavam juntos se viam quase todos os dias e quase sempre saiam no fim de semana. Minha amiga não chegava a estar apaixonada, mas não tinha ficado com outros caras desde q começou a sair com o palhaço em questão.

Ele era o q podemos chamar de bonitinho mas ordinário. Se a natureza proporcionou um rosto e um corpo quase perfeitos ao bruto, economizou na inteligência e caráter. Mas ele se achava um cara muito gente boa e ainda era metidinho a intelectual.

Eles tavam saindo há uns 3 meses qndo a menstruação da minha amiga não veio. Ela fez um exame e confirmou a suspeita: tava grávida do bruto. Bom, ainda tavam estudando, nenhum dos 2 trabalhava, nem mesmo namoravam. Era uma situação chata e difícil, mas minha amiga acabou decidindo fazer um aborto. Falou com a família q a apoiou incondicionalmente. Agora tinha q falar com o palhaço. Os pais dela já tinham dado a grana e ela ia pedir ao co-autor q a acompanhasse na triste missão, afinal ele tinha carro e ela não.

Chegou de tarde na faculdade e chamou o bruto pra conversar. Tava com o resultado do exame na bolsa.
– Olha só, minha menstruação atrasou. Fiz um exame e estou grávida.
– Cadê o resultado do DNA?
– Hein? Como assim?
– Vc vem me dizer q está grávida, como vou saber q é meu?
– Pq não seria se a gente tem transado regularmente nos últimos 3 meses? Além do q vc vai saber pq estou dizendo e não preciso mentir.
– Só acredito vendo o exame.
– Não tô entendendo, não tô te pedindo nada, só tô te contando...não quero casar com vc, não quero dinheiro, não quero nada.
– Agora, se for meu não vou permitir q vc faça aborto pq sou contra. Vai ter q ter pq aborto é um crime, uma assassinato. E se tentar fazer eu te denuncio pra polícia!
– .......


Minha amiga viu q não adiantava falar nada com o palhaço. Emendou um "pois é, eu tava brincando pra ver com vc reagiria", enrolou um pouco e se mandou. No dia seguinte uma amiga foi com ela fazer o aborto e nunca mais ela quis ver o palhaço. Na verdade ver ela viu pq estudavam juntos, mas não quis mais assunto com ele. Um dia ele a procurou na saída da aula e ela sentenciou "desculpe, mas seu prazo de validade venceu. Vc não é mais beijável".

2 comentários:

Anônimo disse...

hmm.. interessante! ela faz o aborto e o sem caráter é ele?? aham, mto interessante! aff

Unknown disse...

Quanta hipocrisia, ele só armou todo esse barraco após reconhecer que o filho era dele.

Arrego!!