Páginas

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Palhaço Casquinha

Era uma moça de uns vinte e poucos anos residente na Zona Sul do Rio de Janeiro. A moça apaixonou-se por um rapaz de além túnel, mais precisamente de Curicica (ou como diz o marido de uma "da" Curicica). Um belo dia, ele condivou a moça para sair... em Madureira. Ok, ela não queria ser chamada de "patricinha zona sul" e topou pegar 260 até "Madureeeeeeiraaaaaaaaa lá-lá-iá", como diz Arlindo Cruz.

Se eu parasse por aqui isso já seria uma palhaçada porque fazer uma pessoa andar de 260 é uma puta sacanagem! E que nenhum morador de Madureira venha me enxovalhar nos comentários porque eu saí do subúrbio, mas o subúrbio não saiu de mim, então, tenho toda propriedade pra falar que 260 é uma merda, que dá volta ao mundo e que os motoristas andam feitos uns loucos, embucetados pelas ruas esburacaradas desta Cidade Maravilhosa (e digo da cidade porque o 260 faz praticamente um tour pelo Rio de Janeiro inteiro!).
Enfim, a palhaçada não estava em colocar a coitada para sacudir dentro de um 260. Teve mais.

Sabe para que ele chamou a moça em Madureeeeeeiraaaaa lá-lá-iá?!?!? Para tomar uma casquinha no Mc Donald's do Madureira Shopping!

Cara, morar "na" Curicica, não ter carro e ser duro, não é pecado, não é crime, não é palhaçada, mas, porra, tem um Mc Donald's praticamente na esquina da casa da moça. Para que fazer a menina se despencar pra Madureira!?!?! Falta de gentileza, meu caro. Ai, esses palhacinhos...

37 comentários:

Fafo disse...

Hoje endia, com tanta mulé sobrano no mundo, o cara tem de vê que ele reomente vale apenas, que ela dá valô po cara.

Agora, sério, ela podia ter ido de trem, caso não fosse dia de trabalho. É muito mais prático e um passeio bem pitoresco. :^)

Claudia disse...

Se esta moça de vinte e poucos anos estava apaixonada e porque já conhecia o rapaz há algum tempo e com certeza sabia que ele não tinha carro e era duro, que para 99% das mulheres “homem sem dinheiro não serve para nada” . Portanto se a moçoila foi ao encontro do amador despencando no 260 a palhaça foi ela.

Dan disse...

Conheci o blog no jornal O Globo e resolvi dar uma passada para conferir.

Acho que a palhaça nesse caso foi ela porque aceitar convite para ir encontrar um cara tendo que fazer uma viagem dessa de ônibus só em caso de muita burrice ou muita necessidade.
Se um cara tem interesse em uma mulher de verdade, ele jamais cogitaria essa hipótese. O cara pode estar quebrado e não ter carro, mas ele iria encontrá-la de ônibus perto da casa dela.

Eu li vários posts e algumas das histórias bizarras contadas aqui me levaram a uma conclusão. Vcs escolhem mal os seus parceiros e acabam, obviamente, ficando com essas "peças".
Tentem ser um pouco mais seletivas e tenho certeza que encontrarão menos palhaços. Ou pelo menos palhaços que fazem apresentações aceitáveis, afinal, ninguém é perfeito.

Boa sorte no livro e nos relacionamentos.

Ass: Um palhaço que erra, mas tenta acertar ;)

Maria Cláudia Senna disse...

Parabéns, meninas! Vocês são ótimas. Descobri o blog semana passada e já li ele todinho! rs... adorei a parte do "boitatá"! Vocês poderiam falar mais deles! Parabéns mesmo, afinal de contas, empresária maior que eu nesse ramo não tem! Coleciono histórias, assim como vocês! rs... muito sucesso, é merecido! =)

Gy Camargo disse...

Isso é que eu chamo de relação "delivery", já conheci palhaços assim...
Ligou, chamou e nós, num desatino, carência, ou pura falta de coisinha melhor, vamos...
Bjks,
Gy

Criis Ribeiro disse...

haja palhaço nesse mundo!
é muito palhaço pra poko circo!

adorei o blog!

beijOOOsss

Criis

Lady Metal disse...

Tem gente que não sabe ler, só pode. Prestem atenção: o cara convidou a moça para sair. OU SEJA, não especificou para onde - poderia ser um restaurante, um cinema...
Ao chegar lá, surpresa!!!! Era para tomar um sorvete. Se isso não é palhaçada, nem sei mais o que é.

Anônimo disse...

Trouxa dela que foi. Depois, reclamam. É como disse um cara aí, pegam homens de quinta e depois vem chorar no blog.

Milena disse...

Ah, nem achei tão ruim assim. Além do que se compania foi boa, pode ter valido a pena!

Anônimo disse...

Cara , nem é tão ruim assim pra encontrar alguém que nos faz bater o coração mais rápido. Só que ... poxa , só uma casquinha tinha que ser lanche completo , que acabasse lá pras 3 da manhã né. Poxa palhacinho, muito esforço significa muita recompensa´né

Esse parece uma variação do palhaço Glamour ...
Só de raiva instigava pra ele atravessar o túnel pra ir em um boteco... sabe ... Ipanema, jardim Botânico , um chopp ou caldo de feijão que pedisse já iria ser um defalque em seu orçamento kkkkkk

Adriana disse...

Fafo... tem muito homem sobrando também, e que não servem nem pra reciclar , então para de tirar onda on line , que por mais assalariado que vc seja ir comer casquinha em mc donald's é coisa de adolescente... Capitche!

maria helena disse...

eu já passei por uma dessas, tipo ir conhecer pessoalmente o cara que eu tava de papo no msn, o palhaço me convidou prá gente "tomar um lanche" naquela tarde. tava um calorão infernal, pleno verãozão..
o desastre começou quando ele era bem diferente do que parecia, não fisicamente, mas era um bobalhão!!!
ficamos caminhando pelo centro de porto alegre, aí fiquei com sede, entramos num shoping, maravilha de ar condicionado, o moço me levou pro supermercado prá comprar refri pq era mais barato, não pagou meu refri, não esperou nem eu terminar de pagar, e já estava na saída do tal super... ou seja, gentileza e cavalheirismo passaram longe dali...
eu queria ficar dentro do shpos, com ar condicionado, mas o dito cujo não quis, aí a idiota aqui saiu com ele prá ficar num banco de praça pq acho que o "lanche" era eu....
me incomodou tanto, foi tão inoportuno, tão incoveniente que deixei-o falando sozinho....
homens, viu, não sei o que anda acontecendo, viu, dan, mas infelizmente a maioria dos homens se esqueceu de como se deve tratar uma mulher!!!!
mas concordo com a gy camargo, está nas nossas mãos não cair nestas típicas "é uma cilada, bino!!!!"

Anônimo disse...

em choque. pela menina que se despencou num rompante delivery, pela casquinha do mcdonalds.

Mariana disse...

Impressionante como esse blog consegue ficar cada vez melhor, parabéns meninas!

Binha disse...

Pior foi um bofe candidato a namorante que eu arrumei. O cara queria que eu linda desse jeito, saísse da minha Tijuca pra ir dar rolé em São João de Meriti. Detalhe que ele NÃO tinha carro. Imagina pegar o busão pra ir namorar onde o Judas perdeu as botas! Tive que despedir do meu circo, não houve jeito.

Edlamir disse...

Aí, então descobri que o meu ex é, de certo modo, uma variação do plhaço casquinha: ele pagava o sorvete de casquinha pra mim e pra ele, mas assim que ele terminava o dele (sempre antes de mim) ele vinha tomar o meu tb. Mas aí eu ñ deixava barato e tirava onda da cara dele dizendo q ele era olhão (ou zoiúdo, como preferirem).

Anônimo disse...

Uma vez arrumei um palhaço que morava em Campo Grande, eu morando em Copacabana. Nem era muito ruim, eu ia passar o fds lá. Um dia pedi pro moço fazer diferente e vir me ver...Cadê? Só rolava se eu fosse pralá! Rapei fora, claro.

Fabrício disse...

Tudo se resume nisso: as empresárias circenses pôem a culpa nos homens em geral, mas o fato é que não sabem escolher quem vale a pena. Acho que vou inaugurar um curso para as moças aprenderem a reconhecer os falcatrua e, principalmente, a identificar os legais.

Keyla Nunes disse...

um palhaço assim só mandando ir tomar em curicica
ninguém merece

Mariana disse...

sinceramente? palhaça foi ela, por que como você mesma disse ter que pegar o 260 já é um mau presságio depois disso mais o que ela esperava? essa moça é empresária com pouco tempo de casa só pode!

Luiz Henrique disse...

Nós bonzinhos só somos escolhidos na hora em que elas cansam dos cafas e querem ter filhos. O consolo é que nem todas são assim, uma minoria ainda valoriza as qualidades mais do que a tal "pegada" carniceira.

Anônimo disse...

Fabrício, elas não querem os legais, querem os falcatruas. Taí o problema.

Anônimo disse...

Ê, laiá.

Depois vem falar dos direitos iguais. Decidam-se. Homens cavalheiros e machistas ou caras que não são machistas mas que exigem reciprocidade.

Aposto que vocês iriam reclamar se ele falasse que ele "tinha que pagar a conta porque era homem".

Vão ficar pra titia, todas.

jupontes83 disse...

Depois dessa, a moçoila ao passar em frente ao Mc teria ódio eterno!rsrsr

Talita disse...

Fiquei orgulhosa do meu namorido...
Ele mora pelas bandas de madureira tb, e qdo nos conhecemos sempre marcava de me encontrar no centro do rio e afins porque era igualmente longe para os dois...
Foda é que para cada mágico existem 100 palhaços!
O segredo e não desistir!
Bjos, queridas. O blog é o máximo.

Flávio disse...

Putz pegar o 260 é f... mesmo. Aquilo mais parece um trem fantasma desgovernad. O que o amor não faz...

Lady Macbeth disse...

Por essas e outras que eu e minhas amigas dizemos sempre que o mínimo de decência que um homem pode ter e te avisar para onde está te levando, afinal não há nada mais deprimente do que vc estar num boteco de faculdade e ver entrar um princesinha de saltão, maquiagem, cabelão com penteado de horas e um ser de bermuda e tênis a tiracolo. Imagina a coitada se arrumando por horas para chegar e passar por isso!!!!

Gazzy1978 disse...

Juro q qdo li o título não imaginei o conteúdo... A palhaçada dele não foi ele fazer a moça se despencar pra Madureira, ele podia ter simplesmente dito "vamos tomar um sorvete, cada um paga o seu" q resolvia o assunto. Não virava palhaçada, e ela não vivenciaria uma experiência ridícula dessas. Notem, mancebos, que "o problema não é o que se fala/o que não se fala, mas o JEITO como isso é feito"...
Concordo com Lady Macbeth: aviso prévio do programa e local é no mínimo educação, que mamãe ensinou!

Anônimo disse...

Lembro que quando era solteira conheci um cara pela internet, conversamos por meses então marcamos um encontro. Me arrumei toda, tinhamos combinado de jantar. Cheguei no shoping no local que marcamos, o cara era esquisito (bota esquisito nisso), estava de sandàlias e bermuda. Me chamou pra olhar cd nas lojas americanas...Pode isso???

Lolinha disse...

Tem gente por aqui que reclama demais... Queridos homens, esse blog é justamente para contar as palhaçadas, o que não significa dizer que as mulheres aqui sejam desesperadas e só encontram homens errados. O que se vivencia de bom não vem parar no HTP, senão o blog perdia a lógica...
Ai ai...
Não é preciso ser dona de circo para compreenre isso...

J.C. disse...

Só pra lembrar aos palhacinhos dos comentários acima, NEM SEMPRE o palhacinho faz palhaçada de primeira; pelo contrario,na maioria das vezes (pelo menos comigo)o bruto só faz a palhaçada depois d uns encontros,sendo q estes costumam ser aprazíveis,cheios de palavras bonitas e gentilezas.Sempre saí com caras valorizando o intelecto e o carater, o que não os impediu de revelarem mais cedo ou mais tarde seus dotes circenses.

ficaadica

Anônimo disse...

"Foda é que para cada mágico existem 100 palhaços!
O segredo e não desistir!"

até concordo com vc talita,mas confesso que parte de mim começa a querer ter certeza de que isso é utopia. =/

Anônimo disse...

Este post é mais direcionado aos homens

Olha só galera, eu sou palhaço comfesso sim, faço careta, faço muita besteira, converso igual criança que tá aprendendo a falar, falo abobrinha, ando de moto como se tivesse cavalgando, as vezes grito no cinema durante a exibição de filmes, dou cada fora de rachar a ponte de vez em qdo. Mas como disse a JC em seu comment, se é pra fazer palhaçada (e a fazemos mesmo, mulheres, só dê um tempo pra ver, basta ficarmos mais a vontade em suas companhias que nós nos soltamos mesmo)faça isto com primor, tenha senso de ridículo, seja mágico de vez em qdo, ou ao menos tente ser, e nunca se esqueça de uma coisinha bem simples, sempre respeite sua parceira EM TUDO.

Meus queridos, mulher é tão exigente qto pensamos sim, mas é muito mais sensível que imaginamos.

Outra coisa, eu li o comentário sobre uma moçinha que simplesmente viajou em um buzú no rio de janeiro pra encontrar um zé ruela do outro lado da cidade só pra tomar um sorvete do macdonaldos. (pq eu nunca encontro uma assim?) vc pensa que ela n achou isso meio ridículo? muito provavelmente sim, mas se ela recebesse a recompensa em forma de momentos felizes ao lado do seu paquera, muito provavelmente ela teria relevado a segundo plano o sofrimento do trajeto. Apesar do transtorno da "viagem" teria valido a pena. Mas por mais que ela bancou a palhaça, vcs não acham que esse tipo de mulher está meio em extinção? ela merece no mínimo um pouco de respeito pelo ato, ela respeitou a limitação do seu paquera e tentou estar com ele, independente do obstáculo que teve que superar. Agora será que o safado que a fez passar por isso merecia a gentileza? Mas mesmo assim, eu ainda não acho que ela é a palhaça da história. Foi um uma decisão tomada em nome da felicidade que ela poderia conquistar, mas aí vem um esdrúxulo e ridículo homem das cavernas, um juguento (filhotinho de nome estranho, resultado da cruza de um jegue com um jumento) e estraga tudo, sujando a nossa reputação. Aí qdo ela nos conhece, nós os homens de boa índole, aqueles que QUEREM amá-las e respeitá-las como elas merecem, os quadrúpedes já sujaram a nossa já não tão alva reputação.

Homens, irmãos, eu os imploro: parem de tentar nos tornar piores do que já somos, a nossa fama já não é mais das melhores, não colaborem pra que isso fique ainda pior

Mulheres, em se comparando à obra de arte que vcs são, nunca passaremos de simples rascunhos mal feitos.

Anônimo disse...

Tb concordo com vc JC...sempre procurei conhecer caras, não pela beleza física, mas sim pelo caráter e intelecto...mas isso, não é garantia de nada.Conheci um cara que se mostrou um cavalheiro, super inteligente, agradável, passamos dias maravilhosos...foi tudo muito rápido, as afinidades foram fotíssimas,eram várias mensagens e telefonemas por dia, viajava e sempre ligava. Qunado foi um belo dia, ele inventou de fazer uma viagem a trabalhoe que passaria uma semana, disse q não me levaria pq iria trabalhar muitooooooo...pois é, ele viajou, chegou a me passar uma mensagem bem fofa...depois ele sumiu!!! liguei 2x ele não atendeu mais, pensei até que tivesse morrido, mas não...depois disso vi realmente que não podemos confiar em lobo em pele de cordeiro, esse é o famoso cafa...rsrsrs, enfim, o principe não virou sapo, e sim, palhaco!!!

Rosemeire disse...

Puxa vida.
Mais uma a cair no conto do palhaço...
Isso já aconteceu comigo. Não foi com sorvete não... mas advinha quem pagou a conta?
Só depois dessa cafa... é que me toquei que o "artista" não valia NADA.
Tenho histórias "lindas" pra contar pra vcs. Vcs querem?
Abração

Thiago disse...

concordo com o que foi escrito ai em cima... a grande palhaçada nem foi o trajeto de 260 mas, não ter valido apena tudo isso.(quando agente gosta, até axa estranho uma coisa dessa mas, sempre paga pra ver).
parabéns pelo circo[blog]=D

Anônimo disse...

meodeos.....despencar-se ateh minha terra para tomar casquinhja no mc'donalds. Pelo menos fosse ao Carioca shopping ou ao Nova america...a Moçoila poderia ir peloo menos de Metrô. Q falta de consideração