Páginas

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Eu, leitora e empresária circense

Palhaço comprometido, amigo do ex-namorado da minha melhor amiga, sempre me achou linda e me chamava até de "futura namorada". Depois de caraminholas postas na minha cabeça por parte da minha amiga e do respectivo ex-namorado, eu, que estava totalmente sem ofertas vindas do mercado, resolvi dar uma chance - pra ele e, quem sabe, pra mim.

Fiquei e foi ótimo. Homem cafajeste tem a pegada, sabe fazer. Não fomos para a cama, mas só porque eu quis me fazer de "valorizada". A vontade era grande em ambos.

Depois demoramos a nos encontrar mais uma vez, já que eu moro em São Paulo e ele no Rio. Ele discorreu algumas mentiras pra mim, que eu descobri via próprio melhor amigo dele. Mas não estava apaixonada, só queria me divertir, então relevei.

Na segunda vez foi melhor, mas novamente quis me valorizar. Rolaram coisas mais quentes, mas não passou nem do carro.

Nosso contato era majoritariamente por mensagem de celular e Internet, mas o interesse ainda existia e era exposto por parte de ambos. Um dia, uma amiga vai a um bar e encontra o palhaço. Me liga eufórica pra contar a coincidência. Alguns minutos depois, o palhaço ousado me manda a seguinte mensagem no celular: Gostei da sua amiga, e agora? Hahaha

É ou não é um palhaço de picadeiro maior?


B.F., empresária circense carioquíssima, mas alojada em Campinas (SP)

*****

Certo dia, fui abordada por um verdadeiro deus gringo, na entrada do meu ap. Sempre o via ao lado, numa distribuidora de bebidas que também funciona como bar. De tão bêbado, quase caiu em cima de mim quando me abordou.
Rejeitei a princípio, mas ainda assim ele insistiu dizendo que morava num bairro de área nobre, fez questão de mostrar seu carro, achando que iria cair em seus braços. Resolvi relevar, afinal, não tava fazendo nada mesmo e ele era um gato. De tanto insistir em pedir o número do meu celular, acabei passando.

Quando entrei no apartamento recebi uma ligação. Disse que fazia muito tempo que queria me conhecer e combinamos nos encontrar na hora do almoço no dia seguinte e ele disse que me ligaria.

Realmente cumpriu sua palavra: me ligou dizendo que tinha visto meu número no seu celular, que tinha me ligado, mas não lembrava quem eu era.

Respondi que quando ligasse de novo quando lembrasse e desliguei. Palhaço se trata assim.
Mais tarde retornou várias vezes, é claro que não atendi.
Idiota palhaço.


Leitora A.N.

*****

Sou seguidora do HTP e, mesmo acostumada com os palhaços que andam por aí, ainda me surpreendo com muitas histórias.

Desta vez fiquei louca com o que o meu irmão, 16 anos, palhaço iniciante (mas versado na arte já tão estudada pelos palhaços do mundo inteiro), fez.

O irmão palhaço começou cedo, namorava uma mocinha, empresária circense iniciante, havia mais de seis meses. Certo dia, ouvi o palhaço dizendo lá em casa que ia sair com outra garota, então perguntei:
— E a Fulana?
Ao que o palhaço respondeu:
— Terminei com ela.
— Por quê?
— Cansei.
Tudo bem que o palhaço é meu irmão, mas eu quis chutar a bunda dele pra fora do picadeiro! Acho que nós, empresárias circenses, merecemos mais consideração.


M.W., Brasília/DF

19 comentários:

Data_Venia disse...

Sinais

Voltando ao assunto, dê uma lida nessa matéria da bloqueira Thais Pontes que fala como detectar os sinais na cara do mentiroso:

http://meme.yahoo.com/thaispontes/

Eu fiquei com a sensação que ela é uma leitora do HTP. Confiram.

Bjs,

Lucienne Condé disse...

AI GENTE, PELO AMOR DE DEUS!

na história 1, leve pra sempre a premissa "foda adiada é foda perdida". Para que se valorizar diantse de um CANALHA que pra começar já era comprometido? Fica segurando a onda pro cara pensar "essa merece respeito, merece mesmo ser a minha namorada". Aff faça-me o favor... to cansada de ver mulher reclamando sem notar que ela mesma INCITA a palhaçada. Realmente foi surpreendente ele querer mais uma amiga da amiga?

MENINAS, NÃO ESQUEÇAM... Diante de um cafajeste, "foda adiada é foda perdida".

Anônimo disse...

No 1° caso o cara foi MUITO BABACA,tenho certeza q esse escroto deu em cima da amiga dela e pensou q ela contaria pra amiga,por isso resolveu contar logo.
O 2° foi comédia,sei q a menina só queria se divertir com o gringo,mas pow,cara bêbaço,amiga?Vc devia era ficar feliz por ele ñ ter lembrado d vc,pq caso ele lembrasse ,vc seria ''a doida q deu mole pra um cara q se portou como um pesca-maria-gasolina-''.sei q vc ñ deve se importar com o q ele pensaria sobre vc,+o q um homem pensa sobre vc influi em como ele irá te tratar,e as vezes ele pode ser desrespeitoso ou algo assim,entao nem sempre se deve arriscar por uma diversao barata dessas,neh?No mais,diga não ás broxadas etílicas.No 3° caso,não foi palhaçada.Todos temos o direito de''cansar''d um relaciionamento ou d uma pessoa.
Drika Oliva

Herberth Reis disse...

FIQUEI CURIOSO PRA CONHECER A EMPRESARIA...

Anônimo disse...

histórias fraquíssimas. Na primeira o cara podia estar querendo começar uma conversinha mais quente, uma brincadeira; na segunda, ela devia saber do risco, pois ela mesma disse que o cara estava trêbado. Na terceira, o cara pode ter cansado mesmo, qual o mal que há nisso? Também não cansamos deles de vez em quando?

Jaynne Santos disse...

Ri pra burro assistindo toda essa palhaçada! Rs.
Realmente a sensação de estar na plateia e participar do espetáculo está se confundindo cada vez mais, afinal, homem é tudo palhaço.

Beijos.

Fernando disse...

No caso número um a empresária perdeu a chance de uma foda, se não quer nada nem transar não pode exigir nada do cara também.
Não devia ter nem dado o telefone para o bêbado.
O rapaz de 16 anos tem razão em ter novas experiências, se amarrar na primeira com essa idade é idiotice.

Anônimo disse...

Ai gente...assim, né? A primeira é bobinha porque, vamos combinar? coisa meio demodée essa de se "valorizar" qdo tá morrendo de vontade, né? Transa adiada é transa perdida e essa por duas vezes... marcada total. Palhaça foi ela... no mínimo tonta.
A segunda... ai quanta frescura! o cara é um gato, tava bêbado e daí? Parece patrulhamento das Senhoras Desocupadas de Santana... Deixa o cara, e atende ele bem qdo ele tá sóbrio... Ele não saia quem vc era, mas vc sabia bem o gato q ele era... De novo, marcou, tonta!
A terceira.. bom.. e daí, né? 16 anos, cromossomos XY, a gente já sabe... Palhacinho... deixa pra lá e ri.

Eu disse...

1- Saiu com o cara 2 vezes doida pra dar e não deu, então deu no que deu, ele ficou afim de outra.
2- Devia ter aproveitado loogo e se divertido com o gringo, bêbado não tem dono.
3- O cara cansou e dai?

Lucas disse...

Só vou comentar a primeira história.

Não entendi, como que a pessoa que se mete com um homem sabendo que é comprometido quer "dar uma valorizada"?

B.F., empresária circense carioquíssima, mas alojada em Campinas, como vc já deu atestado de biscate ao sair com cara, já devia ter liberado a mixaria logo de cara mesmo, não ia fazer diferença nenhuma.

Essa foi piada!

Beijo a todas!

Palhacitos disse...

Assim não dá ... O nível do blog tá caindo de hilário pra dramático. É sempre a mesma choradeira, o mesmo vitimismo
" Nós somos galinhas inconsequentes, queremos dar nossas buc*** couve-flor, mas não estamos conseguindo. What the fuck is happened in the fuck world, man? " Rsss Onde será que tem mulher séria neste mundo pra ser levada á sério ? Só tem biscate micareteira ... Desse jeito fica difícil deixar de ser palhaço. Vcs são gozadas mesmo ...

Guto Jimenez disse...

1) Entendi não: a mulher sabe q o cara é comprometido, deixa ser assediada e depois fica se fazendo de difícil?! Hm, acho q aí a palhaçada foi mútua, né não?
2) Acho q ela preferiria q o cara viesse com o velho papo do "não consigo tirar vc da minha cabeça" e tal. Palhaço, sim, mas pelo menos sincero.
3) Quem nunca se cansou de alguém num relacionamento, q atire a 1a pedra. Cobrar moderação de um cara de 16 anos é um pouco demais...

Anônimo disse...

E depois não sabem pq estão encalhadas.

Mauro Castro disse...

Fiquei surpreso com a quantidade palha..., digo, homens comentando. hahahah
Há braços!!

Anônimo disse...

QUE idiota a do primeiro caso. querendo casar com o "amigo do ex da melhor amiga" da prima da vizinha da tia do cachorro.... e dando de dificil. tsc tsc

Anônimo disse...

Uma pegou um cara comprometido e a outra passou o celular pra bêbado... Eu me pergunto quem tá de nariz vermelho na história...

Paola disse...

Não gosto de defender os palhacinhos, mas lá vai:

1. Vocë não devia sair com um cara comprometido e querer algum tipo de exclusividade não é? E ele não valeu nem para sexo sem compromisso. Acho que se as empresárias não se prestassem a amantes os palhacinhos fariam menos palhaçadas desse tipo.

2. Difícil encontrar palhacinho que liga no dia seguinte e ainda é sincero com vocë de primeira. Acho que dava pra relevar o esquecimento, baseado no nível de álcool no sangue dele na noite anterior.

3. Pelo menos seu irmão ainda tem a desculpa de ter 16 anos. E realmente, relacionamentos cansam às vezes.

Palhacitos disse...

Esta menina Paola sabe tudo. Merece o selo " Aprovada Superpop Palhacitos ".

Dr. Franco Saraivada disse...

Trai, é palhaço. Termina, é palhaço.

Eu leio esse blog porque concordo, mas seu irmão fez o certo: não queria mais, foi lá e terminou. Se todo homem fosse homem de fazer isso (seja lá quais são as razões dele), muitas palhaçadas narradas não teriam nem acontecido.