Páginas

domingo, 12 de junho de 2011

Rescaldo 1 - O Palhaco Falido

Já estava namorando há algum tempo com o palhaco que foi o meu primeiro namorado. Eu tinha 17 e ele 19 anos. Na época, ele estava desempregado, então eu não esperava um grande presente de Dia dos Namorados, que caia bem no meio da semana. Na data estava frio e nenhum dos dois tinha carro, então ficava difícil sair. Muito fofo, ele prometeu preparar um jantar romântico pra gente.

Comprei um perfume de presente pra ele, faltei a faculdade e fui direto do trabalho pra casa dele. Ele abriu o portão, me beijou e me levou para a sala de jantar, que estava toda arrumada, com velas, rosas vermelhas, tudo simples, mas com muito capricho.

O jantar era macarrão à bolonhesa e vinho. Fiquei muito feliz em saber que ele preparou tudo aquilo com o maior carinho. Hora da troca de presentes. Ganhei uma blusa linda! Estava tudo perfeito. Humpf. Fomos jantar, ele acendeu as velas e abriu o vinho e... nesta hora chega o irmão dele!

O palhaço esqueceu de avisar que não queria ser interrompido. O outro chegou com fome e resolveu jantar com a gente. Isso mesmo: o palhaco irmão, viu a mesa com rosas e velas e, mesmo assim, fez questão de jantar, disse que estava morrendo de fome e se a gente não se importasse...

Apagamos as velas e jantamos os três. Logo após terminarmos, pedi pro palhaço me levar em casa, pois o clima tinha acabado. Achei que não podia piorar, até que dias depois tô na casa dele e uma vizinha veio cobrar o pagamento de uma certa blusa que ele tinha comprado. Sim, era a minha blusa.

Assisti ele dizer que não tinha dinheiro porque ainda não tinha conseguido emprego e me ofereci pra pagar a blusa. Sim, telespectadores: eu paguei meu presente. E ainda continuei namorando com o palhaço por mais algum tempo.


S.I.

28 comentários:

Anônimo disse...

Ele tem boas intenções, mas...

Anônimo disse...

Não achei o cara nem um pouco palhaço, ele se esforçou pra fazer o jantar, que culpa tem se o irmão é inconveniente? E ainda te deu uma blusa linda, mesmo sem tem dinheiro... Sinceramente, a palhaça nesse caso foi tu por não saber valorizar o empenho dele e ainda fazer piada do cara.

Anônimo disse...

Sinceramente o cara não fez nada de mais, talvez não deixar vc pagar pela blusa, de resto ele até se esforçou!

Roberta disse...

pois é...pelo menos ele tentou...

Anônimo disse...

Poxa ele foi bonitinho até, claro que nada deu mto certo, mas ele fez de tdo pra te agradar.

Laura disse...

As mulheres desse blog dão uma importancia mto sxarcebada ao dia dos namorados, hein?

Anônimo disse...

Mas nao foi mais uma questao de azar? Ele nao falou nada sobre voce pagar a blusa, ou voce que nao avisou a ele? Mas a historia ta legal, gostei.

Anônimo disse...

Mas mulher gosta é de DINHEIRO!
Palhaço mesmo foi o cara de se interessar por uma interesseira (!) que nem vc...

Jonathan disse...

Na boa? A palhaça foi a leitora. O cara estava desempregado e, mesmo assim, se endividou todo (ainda que com a vizinha) pra comprar um presente pra agradar a namoradinha infeliz. Além disso, preparou todo um jantar bacana, com velas e rosas, cozinhou e tudo. Ele não teve culpa do irmão aparecer (hello, era a casa do irmão tb). Você, leitora, poderia muito bem ter relevado a situação, agradecido o presente e terminadoa noite em grande estilo, mas ficou com frescura e "cortou o clima" do cara...

Algumas leitoras aqui postam coisas que os caras são realmente uns palhaços, mas essa aqui a palhaça foi você leitora S.I.

Anônimo disse...

A intenção foi boa, coitado...

Tam disse...

coitado do rapaz, que criatura injusta essa leitora!

Anônimo disse...

"As mulheres desse blog dão uma importancia mto sxarcebada ao dia dos namorados, hein?"

Muito. Corre o risco do mundo acabar se algo der errado.

Flá disse...

Ai,tadinho! Acho que esse foi o único que não foi palhaço não! O irmão que foi totalmente sem noção e a vizinha indelicada...mas ele foi um fofo! Espero que ele nunca leia esse blog, pra descobrir assim que mesmo com todos os esforços a ex bota ele como um palhaço em "rede nacional"...

Viviane Marques disse...

Não achei o cara nem um pouco palhaço, ele se esforçou pra fazer o jantar, que culpa tem se o irmão é inconveniente? E ainda te deu uma blusa linda, mesmo sem tem dinheiro... Sinceramente, a palhaça nesse caso foi tu por não saber valorizar o empenho dele e ainda fazer piada do cara. (2)

Anônimo disse...

achei frescura da mina...talvez em relação ao pagamento da blusa ele pudesse ter feito algo diferente...

LOL disse...

kkkkkk, empresária é rica, já o palhaço é assalariado!

Flávio disse...

Pelas manifestações da mulherada, vejo que não é o fim do mundo. É evidente que o cara foi legal, só teve um pouco de azar pelo irmão e pelo desemprego. Mas sua atitude foi pra lá de digna. Ainda que desempregado se endividou, seja com o jantar, seja com o presente. Não gosto do ditado que diz que "de boa intenção o inferno está cheio". Acho que a intenção é tudo, ainda que outras condicionantes, das quais não possuamos controle, desviem o resultado.

Sarita disse...

Pagou pq quis! O guri não foi palhaço, pelo contrário. Arriscou ter o nome queimado com a vizinha para poder presentear a namorada.
Inconveniente foi o irmão, não ele.
Pela forma como a história foi contada, palhaça é a guria, que não tem boca pra nada, pelo jeito.

Anônimo disse...

Na boa .. A palhaça foi a leitora [2]

Claire disse...

O cara foi palhaço SIM! Primeiro podia ter falado pro irmão se mancar. Segundo, de jeito nenhum deveria ter deixado a empresária pagar o que ELE devia! Passividade também é palhaçada! Falta de atitude é coisa de palhaço SIM. Discordo de TODOS os comentários anteriores. E digo mais: pro outro palhaço que diz que nesse blog só tem empresária interesseira: O problema não é o valor monetário do jantar, do presente, mas o quanto o candidato a palhaço valoriza a empresária. MAs palhaço é assim mesmo, não entende o espírito da coisa...

Nina disse...

não acho que ele foi palhaço não... com 19 anos ainda, difícil ter atitude de homem! pode ser que ele tenha se tornado daqueles que não têm atitude nenhuma... mas ele tinha boas intenções, e achei fofo ele fazer o que fez dado que não tinha dinheiro etc. comparada à algumas histórias do blog... rsrs

Palhacitos disse...

"" O problema não é o valor monetário do jantar, do presente, mas o quanto o candidato a palhaço valoriza a empresária. ""

Caríssima Sra. Claire, o único tipo de mulher que conheço que merece ser valorizada, é garota de programa. Mas se vc não concorda, estipule um preço para os teus namorados, fica mais fácil lhe agradar posteriormente sabendo o quanto vc cobra pra se sentir bem.

Anônimo disse...

Pra ter esse chilique todo, aposto que essa Claire e a palhaça da historia...Concordo com o Palhacitos, o jeito que se referiu parece mais uma garota de programa do que uma (quem sabe) namorada. E favor nao generalizar, nem todas as mulheres pensam igual a vc (Graças a Deus!!!)

PS: Desculpem pela falta de acentos nas frases.

by Helen

Palhacitos disse...

Cara Srta. Helen, é a 2ª vez que concorda comigo. Obrigado pelo apoio, apesar do blog ser direcionado ao esculacho dos que assim como eu, são mestres da gozação. rsssssss
Esta garota, a Sra. Claire, tá se achando ... Vai pra pia, sua loka. E depois me traz uma cerveja gelada que eu tô precisando reabastecer ...

Anônimo disse...

O irmão, a empresária e o palhaço jantando juntos no dia dos namorados, deve ter sido muito engraçado... hehehe
mas o palhacinho teve boas intenções, o duro eh q ele poderia ter poupado vc da cena da blusa...

t. disse...

aaah bonitinhoo! Ele pediu dinheiro emprestado até pra comprar a blusa, sinal que ele se importava horrores.

Anônimo disse...

Se a empresária for essa Claire, ele valorizou a menina pra caramba, caso contrário não teria feito o jantar, muito menos comprado a blusa, desculpa de que não tinha dinheiro ele tinha.

Anônimo disse...

Dizer q o irmão cortou o clima foi frescura dela. Mas se ele não tinha dinheiro, não tivesse dado a blusa! Afinal de contas, ele já tinha oferecido o jantar!